ANO: 25 | Nº: 6261

Airton Gusmão

redacaominuano@gmail.com
Pároco da Catedral
08/04/2017 Airton Gusmão (Opinião)

Semana Santa: Páscoa da ceia, da Paixão da Ressurreição

Com a celebração do Domingo de Ramos tem início a grande semana do Ano Litúrgico, a Semana Santa, que se conclui com o Domingo da Ressurreição.

O Filho de Deus entra em Jerusalém como rei messiânico, humilde e pacífico. É o “Servo sofredor” que se entrega pela humilhação e o aparente fracasso, na sua obediência ao Pai; despojando-se de sua condição divina, assumindo a condição humana, dando a sua vida para revelar, assim, o amor do Pai por toda a humanidade.

As celebrações da Semana Santa, porém, não são somente comovidas maneiras de colocar em cena os trágicos eventos dos últimos dias de Jesus em Jerusalém. Elas nos proporcionam a graça de mergulhar com fé na sua relação de amor com o Pai e para conosco, o que nos transforma e salva.

No Tríduo Pascal, que é o centro de gravidade e o ápice do Ano Litúrgico, fazemos memória da Páscoa de Jesus em três momentos: na quinta-feira santa, a Páscoa da Ceia; na sexta-feira santa, recordamos a Páscoa da Paixão e, na Vigília Pascal e no domingo de Páscoa, celebramos a Páscoa da Ressurreição.

Na Quinta-feira Santa, a Igreja recorda aquela última Ceia em que o Senhor Jesus, na noite em que ia ser traído, tendo amado até ao extremo os seus que estavam no mundo, ofereceu a Deus Pai o seu Corpo e Sangue, e deu-os aos apóstolos como alimento, ordenando-lhes, a eles e aos seus sucessores que fizessem a mesma oferta. O evangelho de João explica o mistério da Eucaristia, ressaltando que Jesus é o Pão entregue pela vida do mundo e, no gesto do lava-pés, está a prova de seu amor manifestado até a consumação (13,1ss).

Na Sexta-feira Santa da Paixão do Senhor, a Igreja comemora o seu nascimento do lado de Cristo que repousa na cruz, e intercede pela salvação do mundo todo. Livremente ele passa pela cruz, pelo sofrimento, e nos redime de tudo o que impede de vivermos em plenitude. A cruz de Cristo deixa um bem que ninguém pode nos dar: a certeza do amor fiel de Deus por nós. Esta cruz que nos convida a deixar-nos contagiar por este amor, nos ensinando a olhar sempre para o outro com misericórdia e amor.

A Vigília Pascal do Sábado Santo é a noite em honra do Senhor e que se celebra, comemorando a noite santa em que o Senhor ressuscitou; devendo ser considerada como a mãe de todas as Santas Vigílias, no dizer de Santo Agostinho. Nesta Vigília a Igreja permanece à espera da ressurreição do Senhor e celebra-a com os sacramentos da Iniciação cristã.

Nesta noite luminosa da vigília pascal, a palavra sublinha o mistério da luz do Ressuscitado, que resplandece e vence a morte, plenificando a história da salvação. Jesus ressuscitado manifesta a força da vida, que renova todas as criaturas, todo o universo. Ressuscitado entre os mortos, ele tornou-se o fundamento da nossa fé e da nossa esperança.

Participemos desta semana fazendo dela uma Semana Santa. Trazemos presente a programação da Semana Santa da Paróquia São Sebastião, Catedral: dia 09, domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, com bênção dos ramos e procissão, a partir das 9h30; dia 12, quarta-feira, celebração da penitência, às 19 horas; dia 13, quinta-feira santa, iniciando o Tríduo Pascal, às 19h30, com a missa da Instituição da Eucaristia e do sacerdócio ministerial, com o mandamento do amor e a cerimônia do lava-pés; dia 14, sexta-feira santa, Via-Sacra e Confissões, a partir das 9 horas, com a Celebração da Paixão do Senhor, às 15 horas e a Procissão do Senhor Morto, às 17horas, com todas as paróquias de Bagé, saindo da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora até a Paróquia Nossa Senhora da Conceição e, no dia 15, sábado santo, a celebração da Vigília Pascal, às 19h30 e, domingo dia 16, Missas de Páscoa na comunidade Nossa Senhora Aparecida, na Vila Gaúcha, às 8h45 e na Matriz Catedral, às 10 e 19 horas.

Sejamos alegres na esperança, fortes na tribulação e perseverantes na oração. Um bom final de semana, uma feliz Semana Santa e até uma próxima oportunidade.

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...