ANO: 25 | Nº: 6333
11/04/2017 Segurança

Defrec indicia homem por cinco roubos a estabelecimentos comerciais

Foto: Divulgação

Homem já possuía condenação por assaltos
Homem já possuía condenação por assaltos

Os policiais da Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) concluíram as investigações de uma série de roubos a estabelecimentos comerciais praticados por um homem de 32 anos.

De acordo com os policiais civis, em aproximadamente 20 dias, ele roubou cinco estabelecimentos. A maior parte dos crimes foi durante o dia, no centro da cidade.

Os crimes começaram no mês de março deste ano, quando o acusado assaltou uma mercearia na avenida General Osório. O ladrão invadiu o local portando um revólver e roubou o dinheiro do caixa. A vítima relatou que havia um segundo suspeito, que ficou aguardando fora do estabelecimento, em uma motocicleta utilizada para fuga.

No dia 19 de março, ocorreu um novo crime, em um posto de gasolina no bairro Castro Alves. O homem chegou armado e anunciou o assalto. Ele levou o dinheiro que estava com o frentista.

Na tarde do dia 22 de março, ele praticou um novo roubo - em uma Farmácia, também no centro da cidade. O homem armado levou dinheiro do caixa.

No dia 24 de março, novamente, o mesmo cometeu mais um assalto. O alvo foi uma agência lotérica na avenida Presidente Vargas. O criminoso chegou armado e anunciou o roubo. Uma vítima informou que havia mais dois indivíduos que ficaram esperando do lado de fora do estabelecimento e auxiliaram na fuga.

Os investigadores da Defrec e os policiais da Brigada Militar intensificaram as diligências para localizar o assaltante. No dia 3 de abril, após cometer um novo assalto em uma farmácia na avenida Sete de Setembro, os policiais militares conseguiram prendê-lo em flagrante. Com o criminoso, foi encontrado um simulacro de arma de fogo, que foi utilizado em dois dos crimes por ele praticados. A partir da prisão, foi possível concluir as investigações com o reconhecimento pessoal do acusado e a representação para que fosse determinada a prisão preventiva pelos crimes.

O indiciado possui antecedentes criminais por outros roubos praticados no ano de 2015. No mês de setembro daquele ano, foi condenado por um dos crimes, com pena de quatro anos e três meses de prisão, mas a Justiça local permitiu que aguardasse o julgamento do recurso em liberdade.

Assaltos:

13/03 - Mercearia, na avenida General Osório

19/03 - Posto de Combustiveis, na rua Angélica Jardim

22/03 - Farmácia, na avenida Sete de Setembro

24/03 - Lotérica, na avenida Presidente Vargas

03/04 - Farmácia, na avenida General Osório

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...