ANO: 25 | Nº: 6258
12/04/2017 Fogo cruzado

Comissão aprova projeto que reconhece relevância da Marcha de Resistência

Foto: Divulgação

Relator José Stédile (PSB)
Relator José Stédile (PSB)

O parecer favorável ao projeto de lei que reconhece a Marcha de Resistência do Cavalo Crioulo como manifestação da cultura nacional, apresentado pelo relator José Stédile, do PSB, foi aprovado, por unanimidade, pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados. A proposta, de autoria do deputado federal Afonso Hamm, do PP, agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, na última fase de tramitação na Câmara dos Deputados.

Para Stédile, 'a Marcha de Resistência, às vezes relatada como a prova de resistência equina mais exigente do mundo, de fato é uma manifestação cultural que deve ser não apenas preservada, mas disseminada como parte da nossa riqueza cultural'. Hamm argumenta que a prova é a mais antiga realizada pelo cavalo Crioulo e também a primeira a ser realizada, praticamente sob os mesmos moldes, nos três países do Cone Sul. O texto deve ter novo relator na Comissão de Constituição.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...