ANO: 25 | Nº: 6332
14/04/2017 Cidade

Vigilância Sanitária identifica 200 focos do mosquito do mosquito Aedes aegypti

Foto: Antônio Rocha

Trabalho é realizado diariamente pela equipe
Trabalho é realizado diariamente pela equipe

Desde o início do ano, a Vigilância Sanitária, em uma operação de combate à dengue, registrou 200 focos do mosquito Aedes aegypti. O trabalho é realizado diariamente pela equipe da prefeitura.

De acordo com o fiscal sanitário Marcelo Inchauspe, apesar dos focos terem sido confirmados, apenas o vetor foi encontrado. Não há registro de doenças relacionadas ao mosquito. São Judas Tadeu, Getúlio Vargas, Centro e Mascarenhas de Moraes são os bairros com maior índice de focos.

Ao todo, 22 fiscais atuam em quase 70 mil imóveis do município. Segundo Inchauspe, o número não é o ideal para toda a cobertura dos bairros. "É um número muito baixo de agentes para a demanda que temos. Seria necessário um número muito maior. O ideal é um agente para cada 800 imóveis”, explica.

Conforme o fiscal, o aumento de focos, em relação ao ano passado, é em função do clima. Segundo ele, épocas de chuva com calor são propícias para que os ovos eclodam. Mas há perigo mesmo em temperaturas mais baixas, já que os ovos resistem por até 500 dias.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...