ANO: 25 | Nº: 6334
19/04/2017 Caderno Bio Urcamp 2017

Campus Rural recebe 7ª edição do BioUrcamp

Foto: Dhésika Vidkin/Especial JM

Abertura contou com a presença de diversas autoridades
Abertura contou com a presença de diversas autoridades

Com um grande público presente, entre alunos, professores e pesquisadores, a Universidade da Região da Campanha (Urcamp) promoveu, na noite de sábado, 8, a abertura da 7ª edição do BioUrcamp: na preservação do Bioma Pampa. O evento aconteceu nos dias 7,8 e 9 de abril, no Centro de Ciências Rurais (CCR). A solenidade de abertura contou com a presença da Reitora da Urcamp, Lia Maria Herzer Quintana, da Vice-Reitora, professora Núbia Juliani, da Pró-Reitora de Inovação, Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Elizabeth Drumm, e do Deputado Estadual Luiz Fernando Mainardi.
Segundo Lia Quintana, o BioUrcamp é sempre muito exitoso. “Agradeço a todos que vieram nos prestigiar, tanto os nossos alunos como também o pessoal da UFPel e FURG. Nós temos que continuar com esses eventos, o BioUrcamp está constituído no calendário da nossa universidade assim como o Congrega. Estamos muito orgulhosos, o evento é muito importante para unir as pessoas”, afirmou.
“O evento representa além do valor humano, a convivência entre os alunos, no qual é muito importante explorar esses espaços da natureza. É um trabalho que se constrói ao longo do ano entre todos, sendo desenvolvido por todos vocês”, ressaltou a pró-reitora Elizabeth.
O BioUrcamp contou com cerca de 250 inscritos e uma programação diversificada, com palestras, minicursos, oficinas, mostras fotográficas e científicas e apresentações teatrais. Após a abertura, o evento foi seguido por um simpósio sobre a Biodiversidade do Pampa.

O evento

O BioUrcamp teve sua primeira edição em 2010, como iniciativa da coordenadora do curso de Ciências Biológicas, Ana Leão. O evento surgiu para receber alunos da sede de Bagé e outro campus, sendo um dos únicos encontros da área no sul do Rio Grande do Sul.
A intenção é mobilizar mais cursos da universidade, buscando um novo olhar para a nossa biodiversidade. “O nosso bioma foi considerado bioma há pouco tempo, ele é único e não tem nos outros continentes. Tem uma riqueza enorme, com grande predominância de campos limpos, arbustos e gramíneas”, comentou Ana.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias do caderno

Carregando...