ANO: 26 | Nº: 6526
24/04/2017 Cidade

Aumento no preço dos combustíveis ainda não foi repassado para os bajeenses

Foto: Antônio Rocha

Postos mantêm o mesmo valor
Postos mantêm o mesmo valor

Formalizado pela Petrobras, antes do feriado de Tiradentes, o anúncio de aumento do preço da gasolina, em 2,2%, e do diesel, em 4,3%, nas refinarias, ainda não produziu efeito nos bolsos dos bajeenses. Os revendedores do município ainda não têm posição sobre o reajuste, que pode ser repassado nos próximos dias, tendo em vista que a medida dependeria da compra de novos estoques dos combustíveis.

Em nota, a Petrobras informou que a decisão sobre o repasse dos preços é dos comerciantes. Se o ajuste for integralmente repassado, e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir até 2,9%, ou cerca de R$ 0,09 por litro, em média, e a gasolina 1,2%, ou R$ 0,04 por litro, em média.

A Petrobras pratica, desde outubro do ano passado, uma nova política de definição de preços dos combustíveis, com reuniões mensais para definir os valores da gasolina e do diesel nas refinarias. No fim de janeiro, a estatal havia anunciado uma redução de 1,4%, na gasolina, e de 5,1%, no diesel.

Segundo a Petrobras, o reajuste se deve à elevação dos preços dos derivados nos mercados internacionais desde a última decisão de preço, que compensou a valorização do real frente ao dólar, e por ajustes na competitividade da estatal no mercado interno.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...