ANO: 26 | Nº: 6590
25/04/2017 Cidade

Empresa projeta construção da usina de biogás para este ano

Foto: Arquivo JM

Município é conhecido pela geração térmica a carvão
Município é conhecido pela geração térmica a carvão

Com investimento de R$ 10 milhões, a usina de biogás do aterro sanitário de Candiota deve sair do papel nos próximos meses. A intenção da empresa Meioeste Ambiental, responsável pelo projeto, é que a construção da usina comece neste ano.

O sócio-gerente da empresa, Guilherme Costa, informa que a documentação do projeto está em tramitação em Porto Alegre. No mês passado, a empresa recebeu a licença de instalação, emitida pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler (Fepam).

Segundo Costa, ainda estão sendo realizados alguns ajustes no projeto para sua finalização, além de acertos contratuais com a empresa que será responsável pela execução da usina. A estrutura será construída em Candiota, junto ao aterro sanitário que funciona há cinco anos no município. A construção tem previsão de duração de seis meses a um ano.
Quando em funcionamento, o empreendimento deve gerar 1,4 megawatts (MW) no início. Depois, a potência deve aumentar para 2,8 MW. A energia será interligada ao sistema nacional, com capacidade para atender até 20 mil pessoas. Para construir a unidade, será necessária uma equipe de 20 pessoas. Já para operá-la, serão necessárias apenas cinco. 

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...