ANO: 25 | Nº: 6332
Em tempo real
25/04/2017 às 16h16 Segurança

Jornalista bajeense é vítima da violência em Porto Alegre

Foto: Arquivo pessoal

O amanhecer desta terça-feira é de consternação em Bagé, com a morte do jornalista Tagliene Padilha da Cruz, 33 anos. Ele foi encontrado morto na noite de ontem em seu apartamento, na Cidade Baixa, em Porto Alegre. Amigos do bajeense que notaram o sumiço do jornalista, desde a manhã de segunda-feira, entraram no apartamento onde encontraram o corpo. 
De acordo com informações preliminares da imprensa estadual, Cruz tinha sinais de violência. A Polícia Civil investiga o caso como homicídio.
Tagli, como era carinhosamente conhecido pelos colegas, se formou em Jornalismo na Universidade da Região da Campanha (Urcamp) no ano de 2004 e trabalhou como estagiário no Jornal MINUANO em 2001.
O profissional trabalhou no Diário de Canoas, atuou como assessor de imprensa na Câmara Municipal da capital e atualmente exercia a função na Federasul.

O Jornal MINUANO vai oferecer postagens com atualizações do caso.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...