ANO: 24 | Nº: 6163

Divaldo Lara

divaldolara@gmail.com
Prefeito de Bagé
01/05/2017 Divaldo Lara (Opinião)

Para Bagé, à comunidade e aos trabalhadores

É com muita felicidade que escrevo aos trabalhadores de Bagé neste dia tão especial. Como fruto de uma vida de trabalho árduo, de parte de meus pais e minha própria, compreendo a luta por dias melhores através do trabalho diário e honesto.

O grande sonho de nossa cidade é ter oportunidade para quem vive aqui. E oferecer essa oportunidade é uma missão que temos, como prefeitura, como gestor e como pessoa preocupada com o futuro de nossos jovens e adultos. Tudo isso só será possível com a integração dos meios de produção, da sociedade em seu todo e do governo, com projetos consistentes de viabilizar desenvolvimento.

O Brasil vive um momento delicado, em que é preciso estar atento aos acontecimentos, às verdadeiras intenções dos governantes de Brasília; um momento de atenção e apreensão econômica, qualquer mudança nesses tempos pode mudar a vida do País e queremos que seja para o bem de todos, trabalhadores e empregadores.

O Rio Grande do Sul, em especial nossa região, teme pelo fim das empresas que tantas oportunidades ofereceram e oferecem aos nossos trabalhadores, como a CEEE e a CRM. O alicérce dessas duas estatais foi embasado em Bagé, quando vivíamos crise sem precedentes de energia na primeira metade do século passado. O esforço de nossos governantes à época, prefeitos, deputados e vereadores, forjou os meios para o seu surgimento.

Hoje, uma nova realidade nos ameaça com o desemprego. No entanto, somos fortes e bravos para buscar alternativas de desenvolvimento e salvar nossa região. Para tanto, necessitamos de união, buscar reforços, necessitamos de ideias viáveis e de trabalhadores preparados; porque vontade política não falta nesta gestão que iniciamos em 1º de janeiro e hoje completa o quarto mês.

A dedicação, o esforço e o trabalho são características desta prefeitura, que está ao lado do trabalhador.

Feliz dia!


Quatro meses em frente

Desde meu primeiro mandato na Câmara de Vereadores enfatizo que penso em uma cidade sem bandeira partidária. A ideia é fazer pelo bem das pessoas, independente de partido. Com este propósito cheguei à vida pública.

Pretendo dar continuidade à gestão na prefeitura com esse princípio: fazer pelo bem da vida dos bajeenses. O objetivo é ter um governo que não meça esforços para tornar Bagé uma cidade desenvolvida, consciente de seus problemas e disposta a resolvê-los.

Ser um gestor que pensa nas pessoas acima de partidos não é fácil. A cultura da partidarização de governo se instalou na prefeitura e extrai-la é uma tarefa árdua, que requer determinação. Quando a doutrina do "tenho que fazer pelos meus contra os teus" faz guarida num órgão público por tanto tempo, há de se ser paciencioso, mas há, também, de se ser determinado para mudar padrões e alterar conceitos.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Outras edições

Carregando...