ANO: 24 | Nº: 6108
04/05/2017 Cidade

Simba vai debater meios de negociar melhorias salariais com o governo municipal

Foto: Tiago Rolim de Moura

Soares afirma que não tem como o Funpas sobreviver
Soares afirma que não tem como o Funpas sobreviver
Servidores municipais se reúnem, em assembleia extraordinária, no dia 10, para avaliar os primeiros meses da nova gestão municipal e retomar a discussão sobre o reescalonamento da categoria. Também deve entrar na pauta, as aposentadorias pagas pelo Fundo de Pensão e Aposentadoria do Servidor (Funpas), que contam com a incorporação de valores ao salário, prevista na lei municipal 052/2013, que institui a Lei Orgânica da Procuradoria-Geral do Município (PGM) de Bagé .
O presidente do Sindicato dos Municipários de Bagé (Simba), Antônio Soares, aponta que após a aprovação da lei, o acréscimo de salários subiu em 264% os valores pagos pelo Funpas, sem que o beneficiado tenha tido valor mínimo de contribuição com o que incorporou. "Não tem como o Funpas sobreviver dessa forma. Vai quebrar. É uma extorsão de valores em benefício de poucos", relata. A assembleia da categoria acontece a partir das 18h, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários, na rua Vinte de Setembro, 1111.
 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...