ANO: 25 | Nº: 6399
05/05/2017 Fogo cruzado

Executivo quer alterar salários de servidores temporários

O governo municipal apresentou, ontem, ao Legislativo, duas propostas de lei, alterando as remunerações de servidores temporários, enquadrados em noves cargos. As propostas, na prática, reduzem os salários, diante da justificativa de adequar as remunerações ao quadro geral permanente. As alterações dependem de avaliação das comissões técnicas. Não existe prazo para votação em caráter conclusivo.
Se as matérias foram aprovadas, os vencimentos dos professores de anos finais, podem ser reduzidos de R$ 2.298,82 para R$ 1.149,41. Os vencimentos dos pedreiros e calceteiros, fixados em R$ 1.405,50, podem ser reduzidos para R$ 1,2 mil. Os salários do servente de pedreiro, fixados em R$ 1.405,50, podem ser diminuídos para R$ 1 mil.
Pelo projeto de contratações, aprovado pelos vereadores, no final de março, o salário do operador de máquina pesada, foi fixado em R$ 1.756,87. Com a nova redação, pode baixar para R$ 1,5 mil, a exemplo do vencimento para o cargo de tratorista e para motorista de caminhão. Os vencimentos para serviços gerais e vigiais, originalmente fixados em R$ 1.405,50, podem ser reduzidos para R$ 1 mil.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...