ANO: 25 | Nº: 6212
06/05/2017 Editorial

Um tema que requer reflexão

Ninguém pode negar os malefícios do fumo para a saúde. A maioria dos fumantes tem consciência do que esse mal representa, porém tem dificuldades de largar o vício. Profissionais da saúde alertam com frequência sobre os perigos, em razão de que o cigarro contém vários agentes cancerígenos. Entre as doenças provocadas por esse vício, estão as cardiovasculares, como infarto, câncer e problemas respiratórios. O cigarro é um inimigo em potencial que está presente em praticamente todos os lares. Esse mal pode estar associado mais à questão de consciência. Uma das medidas que tem como objetivo alertar para o perigo, são as imagens horrendas estampadas nas carteiras de cigarros, inclusive com fotos de pessoas em estado terminal. Mesmo assim, quem é usuário ignora o final trágico que esse vício pode levar. Agora, está em discussão pela Anvisa a atualização das imagens e advertências nas embalagens de tabaco, inclusive com consulta pública. A proposta é renovar as imagens e frases de alerta que são obrigatórias nas embalagens de todos os produtos fumígenos. De acordo com o texto colocado para discussão, as frases de alerta serão mais diretas e dirigidas aos usuários de produtos fumígenos. Cigarros, fumo para narguilé e outros produtos estarão sujeitos às regras propostas. De acordo com informações no site oficial da Anvisa, são nove propostas de alertas e imagens que tratam de efeitos reais do cigarro, como risco de parto prematuro, desenvolvimento de câncer e o peso psicológico do vício. O material vai passar por aprovação final na Anvisa. A proposta da Anvisa está dividida em duas consultas públicas, que têm prazo de participação até o dia 26 de maio. 

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Outras edições

Carregando...