ANO: 25 | Nº: 6284
08/05/2017 Fogo cruzado

Galponeira segue na pauta da Assembleia Legislativa

Foto: Arquivo JM

Evento foi criado durante gestão de Mainardi na Prefeitura de Bagé
Evento foi criado durante gestão de Mainardi na Prefeitura de Bagé

Apresentado em 2015, o projeto de lei que reconhece a relevância cultural do Festival de Música Nativista Galponeira de Bagé ainda não tem prazo para ser votado pela Assembleia Legislativa. A matéria, de autoria do deputado Luiz Fernando Mainardi, do PT, conta com a provação das comissões técnicas. A votação do texto depende apenas de acordo de lideranças. Existe a expectativa de que pode ser apreciado, em caráter conclusivo, amanhã.
Se for aprovada, a lei não vai gerar despesas para o Estado. Para a Prefeitura de Bagé, o reconhecimento facilitará o processo de capitalização de recursos. No ano passado, os deputados aprovaram proposta semelhante, apresentada por Zé Nunes, do PT, reconhecendo a relevância cultural do Festival Canto Moleque da Canção Nativa, de Candiota.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...