ANO: 25 | Nº: 6405
11/05/2017 Cidade

Bagé recebe conferência de ciclismo no sábado

Foto: Tiago Rolim de Moura

Prefeitura ainda não tem ações para as ciclovias e ciclofaixas
Prefeitura ainda não tem ações para as ciclovias e ciclofaixas

Com o objetivo de debater o uso seguro da bicicleta, a Federação Gaúcha de Ciclismo (FGC) promove uma conferência em Bagé. O evento acontece no próximo sábado, às 10h, na Praça Santos Dumont, em frente a Ciclo Regert. Além de Bagé, a atividade está sendo realizada em várias regiões do Estado. Já ocorreram encontros em Porto Alegre, Alegrete, Uruguaiana, Farroupilha, Santo Ângelo e Passo Fundo. Na sexta-feira acontece em Santa Maria, e também no sábado, no final da tarde, ocorre em Pelotas.

Conforme o organizador do Clube Audax de Bagé, Heron Regert, apesar do município ter uma lei específica (5526/2015) que prevê ações para o uso seguro de bicicleta, manutenção e ampliação das ciclovias e ciclofaixas na cidade, não houve avanços nesse sentido. "A lei ficou no papel", disse.

O competidor informa que, em Bagé, há cerca de duas mil pessoas que utilizam a bicicleta para passeios e competições. Ele afirma que os ciclistas não estão respeitando os espaços destinados para o meio de transporte. "Em alguns locais não há indicação e muitos espaços estão sem manutenção", ressalta.


Debate

De acordo com o vice-presidente da FGC, Marcelo Sgarbossa, que já foi campeão gaúcho e brasileiro de ciclismo, além da questão esportiva, a atividade tem o objetivo de apresentar e aproximar a federação da comunidade. Ele salienta que a FGC quer atuar como uma entidade facilitadora do uso da bicicleta nas suas diversas manifestações, seja como meio de transporte, opção de lazer ou atividade esportiva. "Queremos contar com a participação de pessoas de todos os municípios da região que já promovem ações ligadas à bicicleta", afirma.

A difusão da bicicleta como um fator de transformação das cidades e a necessidade de preparar os espaços públicos para a expansão das práticas relacionadas ao seu uso têm surgido nos diferentes encontros. Sgarbossa relata que a federação tem o propósito de conhecer as necessidades, ouvir sugestões e construir soluções em parceria com a população. Também estará presente no evento, o presidente da FGC, João Francisco Raubber.


Legislação

A Política de Mobilidade Urbana Sustentável (Lei da Bicicleta) foi promulgada pelo então presidente da Câmara de Vereadores, Divaldo Lara, hoje prefeito. O texto prevê, entre outras coisas, o incentivo ao uso da bicicleta como forma de mobilidade urbana, determinando que 5% das vias urbanas sejam destinadas à construção de ciclofaixas e ciclovias, em modelo funcional, interconectando o centro da cidade, integrado ao transporte coletivo.

Conforme o secretário municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Paulo Véras, não há nenhuma ação prevista para as ciclovias e ciclofaixas. Ele salienta que o Plano de Mobilidade Urbana irá contemplar todas as modalidades de transporte, mas está sendo refeito pelo órgão, ainda sem prazo para conclusão. 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...