ANO: 25 | Nº: 6381

Norberto Dutra

redacaominuano@gmail.com
Pastor e presidente da Igreja Assembleia de Deus de Bagé Doutor em Divindade
13/05/2017 Norberto Dutra (Opinião)

Um dia de suprema relevância!

Homenagem muito especial para todas as mães bajeenses, de todas as “Querências”, no precioso nome de Jesus Cristo

A palavra bíblica traduzida como mãe é a palavra hebraica “Ame” (pronuncia-se ah- may) e significa “O vínculo da família”, também significa “Uma coisa que fortalece e mantém as coisas juntas”. Como já mencionei em outras oportunidades neste espaço, a língua Hebraica foi escolhida pelo Senhor Deus para transmitir o seu plano de salvação à humanidade, por se tratar de um idioma que, com simplicidade consegue transmitir a essência do escrito. Portanto na palavra utilizada para mãe realmente mais uma vez fica provado que, a linguagem hebraica realmente encerra tudo aquilo que, o criador quis nos transmitir com a figura de uma mãe. Sem deixar de reconhecer a importância da figura paterna no núcleo familiar; todavia devemos nos curvar diante da realidade; a mãe realmente faz com que as coisas (família) se mantenham fortes e especialmente juntas. Ela se utiliza de diversos mecanismos que Deus outorgou especialmente e unicamente a ela.

Em muitos casos, as mães provêm o necessário. “É como navio mercante: de longe traz o seu pão. É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento a sua casa e tarefa as suas servas. A sua lâmpada não se apaga de noite. Abre a mão ao aflito; e ainda a estende ao necessitado. No tocante a sua casa, não teme a neve, pois todos andam vestidos de lã escarlate.” Provérbios 31 14, 18,19-21.

Ensina. “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbios 22: 6. “Pela recordação que guardo de tua fé sem fingimento, a mesma que, primeiramente, habitou em tua avó Lóide e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também, em ti. E que, desde a infância, sabes as sagradas letras que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus.” 2da Timóteo 1: 5,3: 15. Ainda gostaria de mencionar o que considero o maior de todos os atributos maternos, me refiro ao “Amor”. Na história relatada em 1ro Reis 3: 23-27, podemos ver que uma mãe chega até as ultimas consequências para proteger ao seu filho. Resumindo o incidente, vemos que duas mulheres chegaram perante Salomão para reivindicar a maternidade da criança, como isto era impossível o Rei decidiu cortar a criança no meio e dividi-la com as duas mulheres, porém a verdadeira mãe exclamou! Há! Senhor meu, não mate a criança, pode entregá-la para a mulher que diz ser mãe, nesse instante a sabedoria de Salomão tomou o seu lugar e imediatamente soube quem era a verdadeira mãe. O amor de mãe é simplesmente incomparável. Um dos maiores estadistas da história da humanidade declarou: “Se queremos mudar a nossa nação, comece por mobilizar as mães”.

Um feliz dia para todas aquelas que têm a sublime honra de ser chamadas de mãe! Bênçãos do Altíssimo para todos. Até a próxima semana com o favor de Deus. Amém!

 

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...