ANO: 25 | Nº: 6306
17/05/2017 Cidade

Região vai contar com um Observatório Socioeconômico

Foto: Arquivo JM

Cadeia da uva e do vinho foi escolhida como projeto piloto na Campanha e Fronteira Oeste
Cadeia da uva e do vinho foi escolhida como projeto piloto na Campanha e Fronteira Oeste

A criação de um Observatório Socioeconômico e Ambiental para subsidiar as decisões tomadas pelas lideranças integrantes do Programa Líder avançou mais alguns passos na sexta-feira passada. A reunião de trabalho entre Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Sebrae e representantes da Alta Escola de Empresa e Sociedade (Altis), da Universidade Sacro Cuore, de Milão, definiu como será o projeto responsável por dar corpo às ações voltadas ao desenvolvimento regional.

Durante a realização de mais um encontro de trabalho proposto pelo Programa Líder, os representantes italianos participaram de intensa programação junto às lideranças das regiões Sul, Campanha e Fronteira Oeste entre os dias 9 e 12 de maio. Parte da reunião ocorreu em Bagé, momento em que o grupo realizou visitas a empreendimentos rurais e participou de capacitações. Na UCPel, ocorreram as reuniões de trabalho em que as próximas etapas da implantação do observatório foram definidas.

Conforme o reitor da UCPel, José Carlos Bachettini Júnior, a reunião de trabalho estabeleceu como ocorrerá a coleta de material e elegeu a cadeia da uva e do vinho como projeto piloto nas regiões da Campanha e Fronteira Oeste. "Os representantes da Altis voltam para a Itália com a mala cheia de informações, e juntos vamos desenvolver um relatório para iniciar a implantação do observatório", comentou.               O observatório será criado para reunir temas econômicos e estratégicos para as três regiões. De acordo com o professor da Altis, Fábio Antoldi, o observatório será composto pelos componentes atividade econômica, cultural ambiental e social. Na avaliação do professor, a criação da nova ferramenta será fundamental para o desenvolvimento econômico e para o apoio de empresas das três regiões. 

O Programa Líder foi criado para facilitar a conexão entre as lideranças do território composto por 43 municípios do Estado para que, juntas, desenhem uma agenda estratégica e única voltada para o desenvolvimento. Os eixos priorizados em cada região são: Campanha – Agronegócio, Educação, Energia e Turismo; Fronteira-Oeste - Agronegócio, Energia, Indústria e Turismo; Sul - Agronegócio, Educação, Energia e Recursos Hídricos, Tecnologia e Inovação e Turismo.

Além da UCPel, participaram do encontro representantes do Sebrae, Universidade de Milão, Universidade Federal de Rio Grande (FURG), Corede Sul, Embrapa e Universidade Federal do Pampa (Unipampa), além de outras lideranças dos setores público, privado e terceiro setor.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...