MENU

Identifique-se!

Se já é assinante informe seus dados de acesso abaixo para usufruir de seu plano de assinatura. Utilize o link "Lembrar Senha" caso tenha esquecido sua senha de acesso. Lembrar sua senha
Área do Assinante | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler

Ainda não assina o
Minuano On-line?

Diversos planos que se encaixam nas suas necessidades e possibilidades.
Clique abaixo, conheça nossos planos e aproveite as vantagens de ler o Minuano em qualquer lugar que você esteja, na cidade, no campo, na praia ou no exterior.
CONHEÇA OS PLANOS

Segurança

Morre, em São Paulo, filha de ex-prefeito de Hulha Negra

Publicada em 22/05/2017
Morre, em São Paulo, filha de ex-prefeito de Hulha Negra | Segurança | Jornal Minuano | O jornal que Bagé gosta de ler
Giovana era biomédica

Giovana Ferreira Londero, 28 anos, filha do ex-prefeito de Hulha Negra, Erone Londero, morreu na noite de sábado, em São Paulo. Ela lutava há dois anos contra uma leucemia linfoide aguda (tipo de câncer no sangue). Em 2015 e já havia feito um transplante de medula óssea e se preparava para fazer o segundo procedimento.

A amiga da jovem, a jornalista Larissa Leão, conta que era uma pessoa de muita luz e deixará muitas saudades. “Ela era luz, pessoa concentrada, muito estudiosa, fazia mestrado. Iremos sentir muita falta dela. Era uma amiga totalmente do bem, pessoa do bem”, completou.

Londero postou no Facebook, a noticia na morte da filha por volta das 22h de sábado. “Giovana guerreira, nosso anjo nos deixou nesta noite! Foi morar junto a Deus. Obrigado, minha filha, por ter feito parte dos melhores momentos de minha vida!”, escreveu com pesar o pai.

O vice-prefeito de Hulha Negra, Igor Canto, durante o evento da escolha das Soberanas da 22ª Festa do Colono, na noite de sábado, lamentou o falecimento da jovem e prestou sentimentos à família.

Giovana era solteira, formada em Biomedicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), estudou no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora e, atualmente, morava em Porto Alegre, onde estudava para um mestrado. Deixa os pais Erone Londero e Amélia Londero e os dois irmãos Marcelo e Maurício.

O velório começou ontem, às 22h, na capela Sagrado Coração, no Cemitério da Santa Casa de Bagé, e o sepultamento será hoje às 10h. 

Galeria de Imagens
Leia também em Segurança
PLANTÃO 24 HORAS

(53) 999719480

plantao@jornalminuano.online
SETOR COMERCIAL

(53) 3242.7693

comercial@jornalminuano.online
CENTRAL DO ASSINANTE

(53) 3241.6377

central@jornalminuano.online