ANO: 25 | Nº: 6360
26/05/2017 Segurança

Segurança Pública recebe armamento para intensificar combate ao crime

As forças de Segurança Pública do Rio Grande do Sul irão receber 136 novas armas fabricadas com uma das mais modernas tecnologias do mercado. A assinatura do termo doação, feita pela empresa Taurus, ocorreu ontem, na Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre.

O armamento será destinado às unidades especiais da Brigada Militar (BM), Polícia Civil (PC), Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e ao Departamento de Inteligência de Segurança Pública (DISP/SSP). “Uma ação efetiva, num momento de superação. O reaparelhamento das instituições é ainda mais importante em momentos difíceis, para que possamos superar todos os desafios”, disse o secretário da Segurança Pública, Cézar Schirmer, que também destacou o reconhecimento internacional da empresa sediada em São Leopoldo, no Vale do Rio dos Sinos.

A Susepe receberá dois fuzis 5.56, a serem utilizados pelo Grupo de Ações Especiais (Gaes). A BM receberá 30 fuzis 5.56, 30 submetralhadoras e 30 pistolas, destinadas ao Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate). A PC receberá 11 fuzis 5.56, 11 submetralhadoras e 11 pistolas, destinadas ao Grupamento de Operações Especiais (GOE). Por fim, Disp/SSP receberá um fuzil 5.56 e 10 pistolas.

 As armas pertencem à “T Series”, linha desenvolvida especificamente para uso das forças de Segurança Pública. Marco Aurélio Salvany, presidente da Taurus Brasil, frisou a importância de valorizar o Estado com o lançamento dos novos modelos. “Para a empresa, é uma grande honra. Por todo o nosso histórico no RS, não haveria melhor forma de iniciar a operação desta nova tecnologia”, afirmou.

Região

O Delegado regional Luís Eduardo Benites informou que desta leva não irão vir nenhuma para a região, mas que depois têm equipamentos para vir. “Temos uma possibilidade que foi aberta para compra de pistolas calibre 40, que está sendo estudada pela Delegacia de Armas e Munições, ainda não temos uma data determinada para a chegada desses equipamentos”, disse.

O comandante do 6º Regimento de Polícia Montada (6º RPMon), tenente-coronel Sérgio Alex Laydner, ressaltou que ainda não recebeu informações sobre este assunto. 

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...