ANO: 25 | Nº: 6331
06/06/2017 Cidade

Livreiros de Bagé podem não participar da Feira do Livro

Foto: Tiago Rolim de Moura

Liziane salienta que evento deve trocar de lugar e data
Liziane salienta que evento deve trocar de lugar e data

A 20ª Feira do Livro de Bagé, promovida pelo Serviço Social do Comércio (Sesc), que este ano deve acontecer de 28 de setembro a 8 de outubro, pode não contar com a participação das livrarias da cidade. Os empresários querem auxiliar na elaboração da programação da feira e que essa seja voltada para atrativos com ênfase na região e no município.

De acordo com o proprietário da LEB Livraria e Editora Bajeense, Richarles Nogueira, a programação pode melhorar tendo como foco o escritor e o livro. Ele salienta que Bagé tem um potencial cultural muito grande, e a ideia é que os atrativos sejam mais regionalizados.

Nogueira ressalta que o Sesc tem um pacote de eventos para todo o Estado e acaba fugindo do foco regional. Ele conta que nos dois últimos anos o evento deu prejuízo para os empresários.

O proprietário da Café & Prosa Livraria, Lissandro Torres, frisa que as universidades também poderiam auxiliar na programação. O empresário defende que o principal foco deveria ser na parte literária e não é isso que tem acontecido. "Queremos arcar também com o ônus da organização”, justifica.

O assunto vai ser discutido com outros representantes de livrarias da cidade.

Evento está garantido

Em relação à possibilidade de algumas livrarias vir a não participar, a gerente do Sesc de Bagé, Liziane Lucas, afirma que gostaria de contar com a participação dos bajeenses, mas afirma que a feira será realizada de qualquer forma.

Quanto à reivindicação de que as atrações tenham como foco a região e o município, a gerente do Sesc argumenta que muitos artistas de Bagé poderiam se apresentar no evento, mas existem entraves burocráticos, como a nota fiscal, que não permite a contratação. Além disso, ela relata que alguns escritores sugeridos pelos livreiros, às vezes têm um custo muito alto e não têm agenda para a data.    

Liziane destaca que está firmando parcerias com a prefeitura para que auxilie na realização do evento.

Em busca de um local

Conforme Liziane, a programação da Feira do Livro ainda está sendo montada. Ela conta que os empresários solicitaram a mudança de data e o local do evento para uma área coberta e a confirmação vai acontecer esta semana.

De acordo com a gerente, está sendo estudado o Clube Comercial para a realização do evento. Ela acrescenta que a data foi antecipada novamente para setembro, logo após a Feira do Livro de Porto Alegre. Nos últimos dois anos, foi realizada em novembro.

Liziane disse que a feira conta com uma programação variada, levando em consideração todos os aspectos culturais, como teatro, música e dança. "O objetivo é formar o público leitor desde as séries iniciais", observa.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...