ANO: 25 | Nº: 6354
06/06/2017 Cidade

Semana para debater o Meio Ambiente

Foto: Claudenir Munhoz

Participaram políticos, professores, acadêmicos, ambientalistas e convidados
Participaram políticos, professores, acadêmicos, ambientalistas e convidados

A Semana do Meio Ambiente, evento que promove atividades de conscientização e preservação do patrimônio natural, começou na tarde de ontem, data do Dia Mundial do Meio Ambiente. Até sexta-feira, o Clube Comercial será palco de diversas atividades de conscientização, dentre elas estão um planetário, apresentações artísticas, oficinas e minicursos, exposições de fotos e jogos educativos. Durante a noite, estão acontecendo palestras no salão nobre da prefeitura.

O evento é organizado pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Proteção do Bioma Pampa (Semapa), em parceria com a Universidade da Região da Campanha (Urcamp), Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e o Departamento de Água, Arroios e Esgoto de Bagé (Daeb).

A abertura oficial da Semana do Meio do Ambiente aconteceu ontem à noite, no salão nobre da prefeitura. Na ocasião, a reitora da Urcamp, Lia Maria Herzer Quintana, falou sobre a importância do evento, bem como o tema da semana "Semeando Atitudes". Além disso, a gestora citou a Semana Acadêmica de Ciências Biológicas, que há 20 anos a universidade promove com o objetivo de discutir temas da área e integrar os acadêmicos. "É um diálogo, e tudo o que precisamos é unirmos forças para semearmos atitudes e unir o bem comum para que tenhamos êxito e que ocorram mais semanas", destacou a reitora.

O reitor da Unipampa, Marco Antônio Fontoura Hansen, relatou as atividades que os campi estão realizando, além de citar ações que serão desenvolvidas durante a semana. "É um evento amplo, com instituições envolvidas. Trabalho conjunto que une forças produtivas", frisou.

Participaram da abertura, o vice-prefeito Manoel Machado, o presidente da Câmara de Vereadores, Edimar Fagundes, o secretário municipal de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa, Aroldo Quintana, acadêmicos, professores, ambientalistas e convidados.

Metas e desafios

Em entrevista ao MINUANO, o secretário do Meio Ambiente, Aroldo Quintana, comentou que a pasta tem como prioridades, para os próximos tempos, a poda de árvores, despoluição dos arroios e o recolhimento de entulhos. “Nós temos muitas árvores morrendo por serem podadas de maneira errada”, declara o secretário, que pretende investir na criação de novos cursos de poda para a população.

Quanto aos arroios, Quintana diz que não tem ainda uma previsão, mas pretende juntar forças com outras entidades do governo local para realizar um projeto que, mesmo dependendo de grande esforço, consiga dar um fim a este problema.

O grupo EcoArte também estará presente nesta semana de ações ambientais. Segundo a coordenadora do grupo, Adriane Alves, as principais demandas da entidade serão os arroios, o lixo e os patrimônios naturais e construídos. Adriane afirma que o grupo tem projetos de conscientização, em parceria com outras instituições, como aqueles que já estão na organização do evento. 

 

 

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...