ANO: 25 | Nº: 6335
08/06/2017 Cidade

Vereador quer retorno dos uniformes escolares para estudantes da rede municipal

Foto: Tiago Rolim de Moura

Projeto de lei sugere que Executivo forneça o vestuário
Projeto de lei sugere que Executivo forneça o vestuário

A questão que levantou uma polêmica no retorno do ano letivo da rede municipal deve voltar a ser debatida no Legislativo bajeense. Isso porque o vereador Lélio Lopes (PT), protocolou, na última terça-feira, um projeto de lei que prevê a distribuição de uniformes escolares padronizados para os 12 mil estudantes das escolas municipais.

A polêmica fica por conta da situação, já que a secretária de Educação e Formação Profissional, Adriana Lara, suspendeu a entrega dos uniformes neste ano e utilizou os recursos, que foram reduzidos, para reformar a cobertura da Escola São Pedro.

De acordo com o texto protocolado pelo petista, o Executivo deve fornecer as vestes gratuitamente para os estudantes, com o objetivo de identificar os alunos integrantes da rede municipal, com possibilidade de reaproveitamento dos uniformes em anos consecutivos; consequente redução de custos; estímulo a um ambiente escolar estável e harmonioso e a segurança dos alunos dentro e fora do ambiente escolar. "A intenção não é apenas padronizar as roupas utilizadas dentro do ambiente escolar, mas, também, torná-lo mais seguro para os estudantes", justificou Lelinho.

O projeto de lei prevê, ainda, duas distribuições de uniformes ao longo do ano letivo, sendo uma realizada no início do ano, com roupas mais leves, adequadas ao calor, e uma no início do segundo semestre, com roupas mais quentes para o inverno.

Os uniformes deverão ser usados diariamente. Também deverão ser padronizados, observando as seguintes características: cores, modelo, tamanhos adequados às faixas etárias e tipos físicos, adaptações às condições climáticas e durabilidade.

Como o projeto foi protocolado recentemente, ainda deve passar por apreciação dos parlamentares.

A secretária Adriana Lara preferiu se manifestar apenas após os vereadores adotarem posturas mediante ao projeto, mas disse estar aberta a debates e esclarecimento sobre a questão.

 

 

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...