ANO: 25 | Nº: 6335
09/06/2017 Cidade

Candiota decreta, hoje, situação de emergência

Foto: Divulgação

As fortes chuvas durante o mês de maio e no começo de junho, na região, causaram vários transtornos em Candiota. O município está realizando o levantamento dos prejuízos e irá decretar situação de emergência hoje.

De acordo com o prefeito de Candiota, Adriano Castro dos Santos, mais de 90 quilômetros de estrada estão interditadas e com bueiros entupidos, o que está causando cancelamento de aulas na zona rural. Além disso, o forro do prédio que abriga o posto de saúde do assentamento 8 de agosto cedeu.

O chefe do Executivo informa que o trânsito, nas principais estradas vicinais, foi interrompido e está prejudicando a bacia leiteira e o escoamento da soja. “Estamos realizando todo o levantamento para justificar o decreto”, salienta. O prefeito acrescenta que seis famílias dos assentamentos Paraíso e Passo do Tigre tiveram as casas atingidas pelo temporal.

 Bagé, Aceguá e Hulha Negra

Em Bagé, a defesa civil e o Corpo de Bombeiros não registraram ocorrências devido às chuvas. Aceguá, segundo o coordenador da defesa civil do município, Jonathan Quadrado Requeiro, há algumas estradas alagadas, mas nenhum prejuízo contabilizado por enquanto. Já o coordenador da defesa civil de Hulha Negra, Marco Igor do Canto salienta que cerca de 1,4 mil hectares de soja dos 15 mil ainda não foram colhidos por causa das chuvas. Canto argumenta que os principais prejudicados foram os pequenos produtores, visto que o maquinário é mais antigo e não consegue entrar na lavoura.  

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...