ANO: 25 | Nº: 6385
10/06/2017 ESPECIAL MUSEUS

Há 50 anos

Foto: Arquivo JM

Coluna produzida a partir de pesquisa no acervo do Museu Dom Diogo de Souza. Pesquisadores: Bianca Brasil dos Santos, Eduardo Rebollo Suarez, Samuel Oliveira e Tanize Lima Sedrez - alunos da disciplina História do Jornalismo, do curso de jornalismo da Urcamp.

Notícias do mês de junho no Correio do Sul de 1967

Carne exportada

No início de junho de 1967, iniciava-se o processo de exportação da carne bajeense para solos Italianos. Nesta mesma época, a cidade já enviava produtos congelados para outros países. Antônio Minoto, que era o principal líder da cooperativa, foi conhecido por ser um grande empresário.

 

A confusão do casaco

Um baile no dia 4 de junho deu o que falar. Maximiliano emprestou a seu vizinho, inocentemente, seu casaco de "casimira", que na época valia um bom capital. Mal sabia que estava perdendo um bem material. A vestimenta foi retirada do corpo do vizinho logo ao entrar na festividade, “por conta de uma dívida por ele contraída”. O caso e o casaco pararam na Delegacia.

 

Festival de caridade

O pão dos pobres da Catedral de Bagé, como de costume, ininterruptamente, a cada dia 13 de cada mês, fazia a distribuição de cestas básicas para cerca de 40 idosos. No mês de junho, para comemorar a data de Santo Antônio, foi feita a tradicional entrega de cestas junto à distribuição de agasalhos às idosas carentes da cidade. Dizia a notícia: “Para a realização de tão tradicional e meritória obra de caridade, a direção do Pão dos Pobres conta sempre com a bondosa contribuição dos bajeenses”.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Outras edições

Carregando...