ANO: 25 | Nº: 6335
14/06/2017 Segurança

Acinser fiscaliza estabelecimentos e apreende mais de 28 quilos de carne imprópria para consumo

Foto: Divulgação

Operação contou com cerca de 25 agentes
Operação contou com cerca de 25 agentes

Em mais uma etapa do combate ao abigeato, com o objetivo de inibir a receptação de produtos de origem animal, conservação e manipulação, o grupo de Ações Integradas de Segurança Rural (Acinser) fiscalizou, na manhã de ontem, três restaurantes e dois mercados nos bairros Getúlio Vargas, São Carlos e Santa Tereza. Foram apreendidos 28,2 quilos de carnes de frango e linguiça mista.

Segundo o coordenador do Acinser, Reni Dorneles, também foi feita uma barreira na avenida Visconde de Ribeiro Magalhães. “A Vigilância Sanitária fez apreensões e orientações de que a empresa para embalar e fracionar produtos de origem animal deverá contar com um responsável técnico, ou seja, um médico-veterinário”, ressaltou.

O coordenador disse que a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação realizou fiscalização de transporte de animais e produtos de origem animal. O Corpo de Bombeiros efetuou uma notificação de infração, por um estabelecimento estar com os extintores vencidos e constatou que alguns locais fiscalizados na operação anterior já regularizaram itens solicitados.   Segundo ele, a Polícia Rodoviária Estadual da Brigada Militar recolheu um veículo por atraso e emitiu três notificações por infração ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana efetuou 10 autuações por atraso, de um total de 37 veículos fiscalizados, três sem Carteira Nacional de Habilitação, três por permitir a posse do veículo e mais um por habilitação vencida. A Secretaria Municipal de Economia, Finanças e Recursos Humanos efetuou uma Comunicação de Verificação de Trânsito (CVT), por estar o veículo com uma carga sem nota fiscal. Foram fiscalizados 14 veículos e 58 notas fiscais.

Participaram da operação, o Pelotão de Operações Especiais da Brigada Militar (POE), Cartório do Abigeato da Polícia Civil, Serviço de Inspeção Municipal, Vigilância Sanitária, Polícia Rodoviária Estadual da BM, Secretaria Municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, Secretaria Municipal de Economia, Finanças e Recursos Humanos, Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Irrigação e Corpo de Bombeiros. A operação contou com 25 agentes de fiscalização.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...