ANO: 25 | Nº: 6235
14/06/2017 Cidade

Alerta sobre cuidados contra a dengue no inverno

Foto: Arquivo JM

Agentes de Combate a Endemias monitoram residências
Agentes de Combate a Endemias monitoram residências

O inverno começa e a tendência é a queda do número de casos do vetor transmissor da dengue, zika e chikungunya, devido à baixa temperatura. Porém, os cuidados devem ser mantidos durante todo o ano para evitar a proliferação do mosquito. De acordo com o fiscal sanitário Marcelo Inchauspe Fernandes, a incidência é menor neste período, mas é necessário que a população mantenha a consciência da importância de manter as propriedades limpas e sem locais com o acúmulo de água (pneus, potes, garrafas, calhas, caixas d'água, sacolas plásticas e piscinas).“Dengue é controle, precisamos incorporar isso na nossa rotina, nós, cidadãos, e os profissionais do poder público. Medidas como eliminar depósitos de água parada devem ser mantidas”, alerta.

A Vigilância Ambiental esclarece que o ovo do Aedes Aegypti pode durar 450 dias até encontrar condições de calor e umidade para se desenvolver. Entre os locais positivos para o vetor na cidade, o cuidado deve ser maior nos bairros Mascarenhas de Moraes, Getúlio Vargas, São Judas Tadeu e Centro.

Em caso de dúvidas, os bajeenses podem entrar em contato com a Coordenadoria de Vigilância Sanitária em Saúde e Vigilância Ambiental pelo telefone (53) 3312-2624.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...