ANO: 25 | Nº: 6405
17/06/2017 Cidade

Prédio do Instituto Anglicano Mélanie Granier pode ser alugado para esfera pública

Foto: Tiago Rolim de Moura

Existem três interessados no imóvel
Existem três interessados no imóvel

As atividades do Instituto Anglicano Mélanie Granier encerraram em fevereiro deste ano, após 105 anos de história. Em abril, o acervo histórico da instituição foi doado para o Arquivo Público Municipal. Agora, o que resta é a incerteza sobre o que será feito com o prédio centenário.

O diretor geral do Instituto Anglicano Barão do Rio Branco, mantenedor do Instituto Anglicano Mélanie Granier, Claudecir Bleil, informa que a intenção do grupo é a venda do imóvel. Mas como ainda não houve movimentação de interessados na aquisição, o prédio pode ser alugado.

Bleil conta que já existem três propostas de aluguel para o prédio. Uma do Estado, para instalação da 7ª Coordenadoria de Saúde; do município, para funcionamento do Instituto Municipal de Belas Artes (Imba); e do poder público federal, como prédio da Universidade Federal do Pampa (Unipampa).

“Estamos analisando as propostas apresentadas e ainda esse mês devemos anunciar e a nova entidade deve se instalar em julho. Quem alugar será o responsável pela manutenção do prédio, que é um patrimônio histórico e cultural de Bagé”, destaca.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...