ANO: 26 | Nº: 6575
22/06/2017 Cidade

Abaleite perde associados em função de atrasos em pagamentos

Foto: Arquivo JM

Produção diminuiu para 10 mil litros por mês
Produção diminuiu para 10 mil litros por mês

A Associação Bajeense de Produtores de Leite (Abaleite) está com dificuldade de se manter devido ao baixo número de sócios. A entidade, que já contou com mais de 150 produtores, agora tem apenas 18 associados. A sede é na Casa do Produtor, na avenida Santa Tecla.

De acordo com a presidente da associação, Shirlei Moraes Brasil, em 2008, foi firmada uma parceria entre a Abaleite e uma empresa de laticínios de Pelotas, para incentivar a produção local. À época, a entidade chegou a entregar mais de 200 mil litros de leite por mês.

Ela salienta que desde 2015 a empresa está passando por problemas financeiros e acaba atrasando o pagamento aos produtores. Isso fez com que muitos sócios desistissem da produção e fossem em busca de outras alternativas.

Conforme Shirlei, hoje, a Abaleite tem dois caminhões para a entrega e estão sendo comercializados, mensalmente, em torno de 10 mil litros de leite. “A empresa paga R$ 1,25 por litro, mas atrasa mais de um mês o pagamento. Isso inviabiliza a produção”, ressalta.

Segundo o produtor Luis Alberto Molins, que já foi presidente da Abaleite, muitos desistiram do tambo em virtude dos atrasos.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...