ANO: 26 | Nº: 6495
24/06/2017 Cidade

Sociedade Uruguaia reabre biblioteca com doação do consulado

Foto: Divulgação

Exemplares foram enviados pelo Ministério uruguaio
Exemplares foram enviados pelo Ministério uruguaio

O Consulado do Uruguai, em Bagé, doou livros e coleções de estudo para a biblioteca da Sociedade Uruguaia de Socorros Mútuos, destruída e extinta na época da ditadura. O local foi reaberto na noite de quinta-feira, em evento que contou com a palestra e lançamento da obra "Martin Aquino, Batllismo y Barbarie", do escritor uruguaio Marcos Hernández Desplates, sobre personagem fronteiriço.

Conforme a coordenadora do ponto de Cultura Ponto Sem Fronteira, Adriana Ferreira, a presença do escritor foi iniciativa do Núcleo de Pesquisas Históricas Tarcísio Taborda, em parceria com a Associação Pró-Santa Thereza, a Sociedade Uruguaia e o Consulado. Adriana conta que o espaço leva o nome de Inácio Severo, em homenagem ao uruguaio de 96 anos, que se formou em direito após os 80 anos e escreveu um livro.

O cônsul do Uruguai, Mário Liori, salienta que os exemplares foram encaminhados pelo Ministério da Educação e Cultura do Uruguai para a biblioteca. Ele informa que as obras são variadas e compostas por literaturas básicas e coleções de estudo sobre diferentes temas da cultura.

Segundo Liori, o consulado já solicitou ao ministério uruguaio outras obras que serão lançadas no país vizinho. “O município tem vários uruguaios, além de pessoas que estudam o idioma. As publicações irão auxiliar nesse sentido”, disse.    

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...