ANO: 25 | Nº: 6402

Dilce Helena Alves Aguzzi

dilcehelenapsicologa@gmail.com
Psicóloga
27/06/2017 Dilce Helena Alves Aguzzi (Opinião)

O que merece teu tempo

 

“Todos os dias quando acordo não tenho mais o tempo que passou.

Mas tenho muito tempo. Temos todo o tempo do mundo.

Todos os dias antes de dormir...” Renato Russo



Mesmo que o tempo pareça um cobrador eternamente parado à porta, esperando o momento certo ou errado, para fazer seu trabalho e exigir correção, aproveitamento da vida, tarefa executada, racionalização do dia, precaução, pensar no futuro, coerência, exatidão, sucesso e perfeição. Mesmo que tudo isso seja pregado e provado como a melhor forma de aproveitar o tempo, afirmo que merece sim o teu tempo:

- Paradoxos do pensamento;

- Sonhos e devaneios sem compromisso de execução;

- Conversas desconectadas de interesse prático;

- Ouvir quem tem coragem de te criticar;

- Trabalhar mesmo que pareça que não vai ter fim;

- Começos que já foram adiados várias vezes;

- Questionar a própria opinião;

- Enfrentar o que assusta;

- Abraçar sem dizer palavra;

- Conversar em pensamento;

- Tentar entender um texto complexo;

- Dar atenção ao que ou quem parece simplório;

- Conhecer o ângulo de visão de quem te irrita;

- Plantar mesmo que a colheita não seja garantida, tampouco tua;

- Aprender algo novo;

- Mudar os planos;

- Admitir um engano;

- Viajar sem plano e não a trabalho.

Merece o teu tempo ensinar o que não te ensinaram:

- Aprender a caminhar sozinho;

- Consolar;

- A história de alguém que a queira contar;

- Aprender a esperar;

- Construir algo com as mãos. 

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Outras edições

Carregando...