ANO: 25 | Nº: 6358
29/06/2017 Cidade

Amigos e familiares prestam homenagem a Ernesto Wayne

Foto: Antônio Rocha

Filha do escritor agradeceu aos colaboradores
Filha do escritor agradeceu aos colaboradores

A Casa de Cultura Pedro Wayne ficou lotada na noite de terça-feira para o lançamento do livro “Poemas Colhidos” em homenagem ao poeta bajeense Ernesto Wayne. A obra foi organizada pelas jornalistas Naira Wayne Perdomo, filha do poeta, e Sabrina Lehmann, que escolheram 44 poemas do escritor, entre mais de 300 inéditos.

A cerimônia iniciou com depoimentos das colegas de Wayne, Elvira do Nascimento e Norma Vasconcellos, sobre a convivência com o poeta. Também houve a apresentação de alunos da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), coordenados pela professora Vera Medeiros, que declamaram alguns sonetos do impresso.

Em seguida, Naira fez um agradecimento às pessoas que colaboraram com a realização da obra. Ela disse que não foi fácil falar de um pai poeta e escolher, entre tanto material, poemas para publicação. “Espero que seja motivo de alegria para os leitores”, ressalta.

O lançamento de "Poemas Colhidos" aconteceu durante o evento "Falando em Ernesto Wayne", promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, Casa de Cultura Pedro Wayne, Instituto Municipal de Belas Arte (Imba) e Biblioteca Pública Dr. Otávio Santos. A obra marca os 20 anos do falecimento do poeta, ocorrido no dia 17 de junho de 1997,  em Bagé, onde residia.

O encerramento foi com o trio Fernando Moreira, Julinho Pimentel e Niandra Lacerda, que executaram músicas compostas por Pimentel, com base em poemas do homenageado.

Ernesto Wayne é considerado um dos expoentes do Grupo de Bagé, movimento artístico que reuniu artistas e intelectuais como os pintores Glauco Rodrigues e Carlos Scliar. O poeta atuou como professor na Universidade da Região da Campanha (Urcamp), naquela época chamada de Faculdades Unidas de Bagé (Funba). 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...