ANO: 24 | Nº: 6061
30/06/2017 Segurança

Presos usam serra, lençóis e cabos de vassoura para fugir do presídio

Foto: Divulgação

Serra que foi utilizada para cortar a grade
Serra que foi utilizada para cortar a grade

Na madrugada de ontem, os apenados Dionatan da Silva Tavares (Degolado), 23 anos, e André Leandro Cavalheiro Soares (Quadrado), 37 anos, fugiram do Presídio Regional de Bagé (PRB).

Segundo o diretor do presídio, Carlos Eduardo Padilha, os dois cumprem pena por homicídio qualificado (quando possuem agravantes). “Ambos estavam detidos na cela de número 18, da primeira galeria, com mais três apenados que ficaram no local”, disse.

Padilha contou que os presos usaram uma serra para cortar uma grade da janela da cela e após, entortaram a barra de ferro para sair. “Como a cela dá para o muro do presídio, a dupla utilizou lençóis e cabos de vassoura para escorar e pular o muro que dá acesso à rua”, relatou. A serra já foi encontrada pelos agentes penitenciários.

O diretor informa que Soares é natural de São Lourenço do Sul e Tavares é bajeense. “O apenado André Soares tem histórico de fugas dos presídios de Pelotas, Rio Grande e Camaquã. O bajeense está preso há, aproximadamente, dois anos”, ressaltou Padilha.

Conforme relatou o diretor, no interior da casa de detenção não tem câmeras de monitoramento funcionando. “Desde a rebelião do dia 21 de dezembro o equipamento não está funcionando. Então, não possuímos imagens do momento da fuga”, enfatizou Padilha.

O coordenador do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), tenente Ronaldo Rosa, informou que a câmera externa de videomonitoramento do local não está em funcionamento. “Há apenas uma câmera no local e tivemos um problema em março deste ano, uma queda de um raio estragou diversos equipamentos, e, então, esta ficou sem funcionar. Mas já estamos em processo de conserto”, disse.

Após a confirmação da fuga, a Brigada Militar começou as buscas. De acordo com os policiais, quem tiver informações ou reconhecer os foragidos pode entrar em contato através do telefone de urgência 190 ou pelo WhatsApp da BM (053) 997040632.

 

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...