ANO: 25 | Nº: 6335
Em tempo real
01/07/2017 às 19h37 Cidade

Amigos lamentam a morte de Marcos Pérez

Foto: Divulgação

"Um homem perspicaz, inteligente", Mainardi assim descreveu Marcos Pérez

O jornalista Marcos Pérez, 53 anos, que morreu na manhã de hoje, acompanhou, como assessor, toda a trajetória política do deputado estadual Luiz Fernando Mainardi. “Um companheiro, um cara inteligente e perspicaz. Uma pessoa fantástica, que trabalhou comigo mais de 30 anos. Hoje é um dia muito triste. Perdemos uma grande pessoa, um homem fiel a suas ideologias e ao Partido dos Trabalhadores. Perdemos um grande amigo”, definiu o parlamentar. Pérez trabalhou com Mainardi desde a década de 1980, na Câmara de Vereadores de Bagé. Ele esteve à frente da Assessoria de Comunicação da Prefeitura durante as gestões de Mainardi. Também atuou na secretaria estadual da Agricultura e Pecuária, no governo de Tarso Genro, na Câmara dos Deputados, quando Mainardi foi deputado federal, e, por fim, junto ao gabinete do parlamentar, na Assembleia Legislativa. O presidente do diretório bajeense do PT, Flávius Borba (Dajúlia), que era amigo pessoal de Pérez, lamentou a morte do jornalista. Dajúlia explica que ele estava em tratamento para diabetes e que foi levado para a Santa Casa de Caridade de Bagé na noite de sexta-feira. Hoje pela manhã, após uma parada cardiorrespiratória, acabou morrendo.


Trajetória

Pérez começou a atuar no jornalismo no extinto jornal Correio do Sul, conforme recorda o jornalista José Higino Gonçalves. “Que triste. Era muito bom profissional”, declarou. O assessor de imprensa foi um dos fundadores do extinto jornal De Fato, trabalhou na agência Objetiva e na rádio Cultura de Bagé. Ele também integrou o Sindicato dos Radialistas. Sempre atuante no PT, Pérez foi um dos fundadores do partido em Bagé. Foi, ainda, presidente do diretório municipal, coordenador da campanha de Mainardi para deputado estadual. Fez campanhas para os presidentes Lula e Dilma, do PT, e também auxiliou nos pleitos da região, com destaque para o trabalho desempenhado ao lado de Luiz Carlos Folador, em Candiota. “Era comprometido com o partido, um homem com ideologia, fiel ao PT”, destacou Mainardi. Pérez tinha quatro filhos (Juliana, Felipe, Guilherme e Maíra). Foi casado com a ex-vereadora Márcia Torres. Conhecido como “Professor” para diversos jornalistas que com ele trabalharam, auxiliou estagiários a compreenderem a política e como trabalhar em assessoria de imprensa.


Sepultamento

O corpo de Pérez está sendo velado na capela Sagrado Coração de Jesus. O sepultamento será amanhã, às 10h, no Cemitério da Santa Casa de Caridade de Bagé.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...