ANO: 25 | Nº: 6385

Márcia Dilmann Sousa

marciasifa@hotmail.com
03/07/2017 Márcia Dilmann Sousa (Editorial)

Uma vida pautada pela comunicação

Bagé perdeu, no sábado, Marco Pérez, uma referência para o jornalismo, sobretudo pela sua inteligência, dinamismo e pela convicção de seus ideais. Mesmo não exercendo o ofício de mestre em sala de aula, na arte do ensino, os jovens jornalistas que aprenderam com ele a atuar como assessores de imprensa, o chamavam de professor. Um dos maiores atributos de Pérez era a serenidade. Fleumático na defesa do Partido dos Trabalhadores, não tinha receio de expor suas convicções. Era um dos poucos militantes das antigas, que levantava a bandeira vermelha com galhardia e orgulho. Foi um homem que pautou a vida para a comunicação, trabalhou na maior parte do tempo como assessor de imprensa.
Com atuação extraordinária, não deixava um jornalista sem resposta e assim foi como assessor na Prefeitura de Bagé, na secretaria de Agricultura do Estado e sempre ao lado do deputado estadual Luiz Fernando Mainardi. Quando um jornalista ligava, ele costumava dizer: "estou aqui para atender vocês (imprensa), em primeiro lugar". Esse exemplo deve servir de referência para quem trabalha em assessoria de imprensa, pois ter essa noção é imprescindível para quem quer seguir a profissão. Petista convicto, torcedor do Bagé e do Internacional, Marcos Pérez deixa um legado de valor inestimável para o jornalismo bajeense, como um homem íntegro e um profissional que foi referência.

Deixe seu comentário abaixo

Outras edições

Carregando...