ANO: 25 | Nº: 6255
05/07/2017 Segurança

Acinser realiza fiscalização em Aceguá

Foto: Divulgação

Veículos foram vistoriados durante a operação
Veículos foram vistoriados durante a operação

O grupo de Ações Integradas de Segurança Rural realizou, ontem, em Aceguá, uma operação de fiscalização no comércio, com um enfoque diferente. O trabalho priorizou a regularização de estabelecimentos e funcionários junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
O coordenador do Acinser, Reni Dorneles, informou que foram fiscalizados quatro estabelecimentos comerciais, uma casa de câmbio e uma farmácia, sendo constatadas irregularidades em cinco estabelecimentos dos seis visitados. “Foram expedidas notificações para fazerem apresentação de documentos relativos aos funcionários”, contou.
Uma barreira foi montada na estrada ERS-647 (Colônia Nova), com a Polícia Rodoviária Estadual, para coibir o transporte irregular de animais. “Dezesseis veículos foram fiscalizados, sendo dois boiadeiros, com 72 animais, que estavam com a documentação em dia, e mais dois caminhões frigoríficos com embutidos e frangos”, detalha Dorneles.
O Corpo de Bombeiros constatou que apenas um dos estabelecimentos vistoriados estava com alvará regular. A Secretaria Estadual da Fazenda também verificou a mesma situação com relação aos alvarás de localização. Guarnições do Pelotão de Operações Especiais da Brigada Militar, Policiamento Ostensivo de Aceguá e Polícia Civil realizaram a segurança da operação, informou o coordenador do Acinser.
“Não houve a participação da Vigilância Sanitária, por não haver fiscal sanitário, nomeado por portaria, para exercer tal atividade, deixando de comparecer também a Coordenadoria Estadual de Saúde de Bagé, que poderia, por força de lei, preencher a lacuna municipal, deixando assim totalmente desprotegida a população de Aceguá, e mais consumidores do país vizinho, devido ao grande fluxo e volume de mercadoria que atravessam a fronteira”, disse Dornelles.
A operação contou com a participação da Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Secretaria da Fazenda Estadual, Polícia Rodoviária Estadual e Ministério do Trabalho e Emprego de Pelotas, com um total de 12 agentes de fiscalização.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...