ANO: 25 | Nº: 6386
07/07/2017 Cidade

Trabalhadores de terceirizada da CGTEE entram em greve por tempo indeterminado

Foto: Divulgação

Mais de 100 servidores estão parados por atraso no pagamento
Mais de 100 servidores estão parados por atraso no pagamento

Mais de 100 trabalhadores da RVT Construtora Sul, que prestam serviço de manutenção na  Usina Termelétrica Presidente Médici em Candiota, entrarem em greve, ontem, por tempo indeterminado. Os servidores reivindicam o pagamento do salário do mês de junho que deveria ter sido quitado no dia 5 julho. O complexo termelétrico a carvão pertence a Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE). A demanda foi encaminhada à Câmara de Vereadores de Candiota e teve o acompanhamento do vereador Fabrício Moraes (PMDB) proponente da instalação da Comissão de Emprego e Renda no legislativo candiotense. 

De acordo com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Construção Civil e Mobiliário de Bagé e Região, Nicanor Fara, a categoria decidiu por unanimidade paralisar as atividades. Ele informa que ontem foi realizada uma assembleia em frente à usina e os trabalhadores rejeitaram a proposta da terceirizada de pagar horas prêmio até que o salário seja quitado.

Fara conta que o adiantamento do salário de 40% deveria ter sido pago no dia 20 de junho, mas não foi. Após uma reunião com a empresa, foi acertada a quitação dos valores até o dia 5 deste mês, mas também não foi cumprido. Ele informa que a alegação da empresa é de que a CGTEE não pagou a terceirizada.

Além do atraso dos pagamentos, o sindicalista disse que a RVT liberou mais de 40 pessoas nos últimos dias, mas sem nenhuma garantia de que irão voltar ao trabalho nem ser demitidas. A empresa conta com cerca de 170 funcionários que prestam o serviço.

O MINUANO tentou várias vezes contato com a empresa que tem sede em Rio Grande, mas não teve êxito. Já a Eletrobras informou, por meio da Assessoria de Comunicação, que  diretores da autarquia estão em Candiota, mas não há previsão de uma manifestação oficial sobre o assunto.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...