ANO: 25 | Nº: 6335
21/07/2017 Cidade

Convênio viabiliza revitalização do Horto de Candiota

Foto: Raíssa Vargas/Especial JM

Estrutura será revitalizada e produção de mudas será ampliada
Estrutura será revitalizada e produção de mudas será ampliada

A infraestrutura do Horto Municipal de Candiota, localizado na Vila Operária, passará por melhorias que possibilitarão a ampliação na produção de mudas nativas, de espécies fitoterápicas e arbóreas e ornamentais. A revitalização será viabilizada por um convênio firmado entre a prefeitura e a UTE Pampa Sul (Miroel Wolowski), que prevê o repasse de R$ 96 mil, divididos em etapas, conforme cronograma estabelecido para os próximos 48 meses.
A prefeitura será responsável por realizar as obras de recuperação e adequação do horto, bem como por sua manutenção e gestão após a revitalização. O prefeito de Candiota, Adriano dos Santos, do PT, destaca que essa parceria vem de encontro com as demandas ambientais do município. "Somos carentes de recursos para a área ambiental, então através desse convênio conseguiremos sanar essa necessidade e dar vida ao nosso Horto", ressalta.
Além da obra de revitalização do espaço físico do Horto, está previsto a utilização dos recursos para a instalação de uma estufa, recuperação do galpão de trabalho, o cercamento da área e a aquisição de um aparador de cerca viva e de um triturador de galhos.
O gerente socioambiental da empresa, Hugo Roger Stamm, explica que a empresa busca, sempre que possível, ‘contribuir para o desenvolvimento da comunidade, promovendo níveis mais elevados de bem-estar da população e do meio ambiente’. “O Horto Municipal é um espaço fundamental para Candiota e que pode aumentar ainda mais a sua produtividade, beneficiando diretamente a população e, ainda, contribuindo com o programa de revitalização das matas ciliares que é desenvolvido pela UTE Pampa Sul (Miroel Wolowski)”, destaca.
Este é o segundo convênio assinado entre a prefeitura e a usina em julho. No início do mês, por meio de outro protocolo, foi confirmada a construção da nova Estação de Tratamento de Água (ETA) do município, que será viabilizada a partir de acordo específico, entre Executivo e UTE Pampa Sul.


Contrapartida
O convênio que trata sobre o Horto determina que a estrutura deverá disponibilizar, à UTE Pampa Sul, 2,5 mil mudas de espécies nativas da região do Pampa ainda em 2017, além de, no mínimo, 7 mil mudas por ano durante os próximos quatro anos. Stamm conta que as mudas produzidas serão utilizadas no programa de revitalização das matas ciliares desenvolvido durante a implantação da usina.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...