ANO: 25 | Nº: 6260
01/08/2017 Segurança

Três apenados tentam fugir do PRB

Foto: Divulgação

Local de tentativa de fuga
Local de tentativa de fuga

Três homens tentaram fugir do Presídio Regional de Bagé (PRB), ontem, às três horas . Em um mês, os agentes penitenciários já registraram duas fugas consumadas e uma frustrada. Agora, mais uma vez, os detentos da primeira galeria tentaram fugir.
Conforme o diretor do PRB, Carlos Eduardo Padilha, os apenados Leonardo Gonçalves Gonçalves, 21 anos, Pablo Peres da Silva, 24 anos, e Márcio José Ferreira da Rosa, 41 anos, serraram duas grades da cela 13, da primeira galeria, e seguiram em direção ao pátio dos fundos, munidos de cordas (feitas com lençóis, cobertores e cabos de vassouras), quando foram flagrados por um policial militar, que estava fazendo a ronda.
No registro feito na Delegacia de Polícia de Pronto de Atendimento (DPPA), os agentes penitenciários relataram que foram ouvidos disparos de arma de fogo e, então, ao chegarem no local, o sargento da Brigada Militar, que estava na passarela do muro externo, comunicou que os apenados estavam tentando fugir. Todos já estavam contidos no chão. Eles foram realocados em celas disciplinares.


Presos

Leonardo Gonçalves Gonçalves, 21 anos, estava preso preventivamente. Ele responde pelo crime de roubo. Em 2011, foi internado no Centro de Atendimento Sócio Educativo (Case) de Santa Maria, acusado de homicídio doloso.
Márcio José Ferreira da Rosa, 41 anos, conhecido como “Nego Márcio”, foi preso em 2014, em Dom Pedrito. Ele é acusado de ser chefe do tráfico de drogas no município. Segundo a Brigada Militar de Dom Pedrito, ele é de grande periculosidade.
Pablo Peres da Silva, 24 anos, é condenado a cinco anos, por furto, no regime semiaberto. O preso já havia tentado fugir no dia 12 de julho, no horário de visitas do PRB. Ele alegou que deveria estar no Instituto Penal de Bagé (IPB), cumprindo a pena como regime semiaberto.


Celulares

Também na tarde de ontem, segundo o diretor do PRB, foram arremessados dois telefones celulares para o interior do presídio. Um deles foi pego pelos agentes penitenciários. O outro, Padilha acredita que tenha sido pego pelos apenados.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...