ANO: 25 | Nº: 6312
08/08/2017 Fogo cruzado

Câmara mantém veto à instalação de internet nos ônibus

Com apenas três votos contrários, o veto do prefeito Divaldo Lara, do PTB, ao projeto que obrigava as empresas concessionárias do serviço de transporte coletivo a instalar sistemas de internet wi-fi gratuito em todos os veículos da frota, foi mantido, pelo Legislativo, ontem. O autor da proposta, vereador Lélio Lopes (Lelinho), líder do PT, votou para reverter a posição, salientando que a medida ‘buscava adequar o modelo bajeense’.
A proposta havia sido aprovada pelo Legislativo, a exemplo da redação que obriga as empresas a instalar câmeras nos ônibus, proposta por Ramão Bogado (Bocão), líder do PTB, que acabou sancionada. Na justificativa do veto ao texto de Lelinho, Divaldo argumentou que a legislação criada em 2007, para regulamentar a organização do serviço de transporte público de passageiros na cidade, atribui à prefeitura a função de deliberar sobre alterações no sistema. O projeto teria, portanto, um vício de iniciativa, competindo exclusivamente ao prefeito.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...