ANO: 25 | Nº: 6231
09/08/2017 Segurança

Acinser realiza ação no centro de Bagé

Foto: Divulgação

Carne sem notas fiscais foram apreendidas
Carne sem notas fiscais foram apreendidas

Em busca da meta de fiscalizar todos os restaurantes do centro da cidade até o final do ano e inibir a receptação de produtos cárneos, na manhã de ontem, o grupo de Ações Integradas de Segurança Rural (Acinser) realizou mais uma operação no centro de Bagé. Foram visitados um açougue, uma mercearia e três restaurantes. Em um estabelecimento foi apreendido, pela Vigilância Sanitária, 45 quilos de produtos de origem animal, sem comprovação de precedentes, erros quanto à conservação e manipulação e rotulagem. No mesmo local, mais 13 quilos de produtos diversos foram apreendidos por estarem mal acondicionados.
Conforme o coordenador do Acinser, Reni Dornelles, em uma mercearia, foi feita uma apreensão cautelar de 4,8 quilos de charque por ser constatado, pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM), erro de rotulagem. “Também foi apreendido 10 quilos de mel, por não constar registro junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Convém alertar, aos empresários que trabalham com produtos de origem animal (a exemplo do mel), para não adquirirem este produto de maneira irregular, para evitar apreensão e o consequente prejuízo. O mel, para ser transportado a granel da propriedade necessita de nota fiscal do produtor e, em caso de transportar as caixas com abelhas, é necessário a retirada de Guia de Trânsito Animal (GTA), junto à Inspetoria Veterinária e as indústrias deverão ter cadastro junto ao Mapa. A competência para apreensão do produto nas prateleiras, ou seja, no mercado é da Vigilância Sanitária. Mais uma vez foi constatado a falta de higiene e falta de telas nas janelas para evitar insetos, sendo dois restaurantes orientados quanto aos cuidados necessários”, informa o coordenador.
O Corpo de Bombeiros constatou e notificou dois estabelecimentos a buscarem adequação ao Plano de Prevenção e Combate ao Incêndio (PPCI). A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Proteção ao Bioma Pampa emitiu quatro notificações também para regularização junto ao órgão. A Secretaria Municipal de Economia, Finanças e Recursos Humanos (Sefir) fiscalizou quatro veículos e 27 notas fiscais, sem constatar nenhuma irregularidade, mas realizou quatro notificações para renovação de alvará de localização e uma por falta de cadastro. O Pelotão de Operações Especiais (POE) da Brigada Militar realizou a segurança da operação.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...