ANO: 25 | Nº: 6381
15/08/2017 Cidade

Bajeense recebe prêmios no festival Moenda da Canção

Foto: Divulgação

Brasil é o compositor com mais prêmios no festival
Brasil é o compositor com mais prêmios no festival

As músicas “Duas Asas” e “Bestiário da Sombra”, escritas pelo bajeense Jaime Vaz Brasil, de 54 anos, foram premiadas na 31ª edição do festival de música tradicionalista Moenda da Canção, que aconteceu entre os dias 11 e 13 de agosto, no Ginásio Municipal Caetano Tedesco, em Santo Antônio da Patrulha, na região Metropolitana de Porto Alegre.
A canção "Duas Asas", musicada por Diogo Barcelos e interpretada por Márcia Freitas, recebeu os prêmios de segunda Melhor Música, Melhor Música na Opinião do Público e Melhor Arranjo. Já o título de Melhor Letra, ficou com a canção "Bestiário da Sombra", que foi musicada e interpretada por Pedro Guerra, também contando com a participação do intérprete bajeense Cassiano Mendes.
O compositor conta que escreve músicas e poemas desde seus 18 anos, tendo sete livros publicados. Ele participa do Moenda da Canção desde a sua primeira edição, em 1987. Nestas 31 edições, Brasil é o escritor com mais canções gravadas nos CDs e DVDs de músicas finalistas do festival, com 22 letras. Ele é, também, o compositor mais premiado, recebendo quatro vezes a melhor letra, três vezes conquistando o prêmio de primeiro lugar, três vezes recebendo o prêmio de segundo lugar, e uma vez o de terceiro lugar.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...