ANO: 24 | Nº: 6059
15/08/2017 Cidade

Chuvas afetam transporte escolar no interior de Bagé e Candiota

Foto: Divulgação

Aguaceiro agravou má situação das estradas rurais
Aguaceiro agravou má situação das estradas rurais

Após um final de semana chuvoso, que registrou 100 milímetros de precipitação, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a semana iniciou sem aulas para centenas de crianças da região. Isto porque a intensidade das chuvas impediu que o transporte escolar circulasse em várias estradas vicinais.
Em Bagé e Candiota, por exemplo, as aulas foram canceladas em algumas escolas rurais. O prefeito de Candiota, Adriano Castro dos Santos, visitou certas localidades com pontos críticos ontem pela manhã. Cerca de 350 alunos da rede municipal ficaram sem aula. Estudantes da rede estadual que utilizam o transporte, possibilitado através de um convênio entre o município e o Estado, também ficaram sem aula.
O chefe do Executivo explica que a intenção é que as aulas sejam retomadas hoje, com o tempo mais firme e as estradas mais secas. “Nas últimas semanas, estávamos com três frentes de trabalho nas estradas, mas a chuva e o tráfego intenso de veículos pesados acabaram agravando a situação das vias”, comenta.
Em Bagé, a situação não foi diferente. De acordo com o coordenador de transportes da Secretaria Municipal de Educação e Formação Profissional, Marcelo Domingues, mais de 80 estudantes ficaram sem aula ontem, por estarem inacessíveis no meio rural. Ao todo, quatro linhas ficaram impossibilitadas de circular: Passo do Tigre, Serrilhada, Coxilha do Haedo e São Luiz/Igrejinha. Esta última localidade conta com três veículos para completar toda a linha.
Domingues destaca que as aulas devem ser retomadas em breve, já que o tempo ontem foi mais estável, seco e com sol.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...