ANO: 24 | Nº: 6014
19/08/2017 Cidade

Cooperativa inaugura agroindústria vegetal em Hulha Negra

Foto: Divulgação

Empreendimento teve financiamento de R$ 1,3 milhão do BNDES
Empreendimento teve financiamento de R$ 1,3 milhão do BNDES

A Cooperativa de Produção, Trabalho e Integração (Coptil) inaugura, neste sábado, 19, uma unidade de recebimento, secagem e armazenagem de grãos e uma agroindústria de processamento de vegetais. O ato será realizado a partir das 10 horas no Assentamento Conquista da Fronteira, localizado no município de Hulha Negra.
A unidade tem capacidade para receber 32 toneladas por hora e para armazenar 30 mil sacas de grãos. Segundo o diretor administrativo da Coptil, Emerson Francisco Capelesso, a prioridade é arroz, milho e trigo para processamento, mas a estrutura também vai armazenar aveia, azevém, linhaça e sorgo. O empreendimento teve financiamento de R$ 1,3 milhão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e vai gerar inicialmente cinco empregos, mais as vagas temporárias.
Conforme Capelesso, esta é a primeira estrutura própria da cooperativa para recebimento, secagem e armazenamento de grãos, o que vai viabilizar as atividades do setor com redução de custos, uma vez que até então esses tipos de serviços eram terceirizados. “A estrutura ajudará a consolidar uma matriz de produção agropecuária diversificada nos assentamentos da Reforma Agrária na região da Campanha”, acrescenta.
Já a agroindústria vegetal teve investimento de R$ 220 mil do Fundo de Terras do Estado do Rio Grande do Sul (Funterra), e vai garantir, neste primeiro momento, 10 postos permanentes de trabalho. De acordo com Capelesso, no local serão produzidos alimentos minimamente processados, entre eles doces, conservas, kits sopas, saladas e aipim embalados à vácuo e batata em palito congelada. O objetivo é comercializá-los no mercado tradicional e institucional, como o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae).
Para Capelesso, o desafio da Coptil, no próximo período, é consolidar a comercialização dos produtos de seus 147 cooperados dos municípios de Hulha Negra, Candiota e Aceguá, através da industrialização e processamento. O intuito é garantir o crescimento produtivo e a incorporação de novos associados nas atividades da cooperativa. “Industrializar a produção dos assentamentos é um sonho alimentado há muito tempo pela Coptil. A partir disso, conseguiremos potencializar a comercialização, a produção e a geração de trabalho e renda para as famílias e os jovens dos assentamentos da região”, explica.

Ato de inauguração
A inauguração da unidade de recebimento, secagem e armazenagem de grãos e da agroindústria de processamento de vegetais será às 10h45min, contará com a presença do presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, deputado Edegar Pretto; do secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcísio José Minetto; de representantes da Emater/RS-Ascar; de deputados federais e estaduais; além de lideranças do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA). Na programação também tem análise da conjuntura agrícola e da política brasileira e shows com Antônio Gringo e Alma Galponeira, Grupo Sandim e João Chagas Leite.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...