ANO: 25 | Nº: 6401
19/08/2017 Cidade

“O empresário gera riqueza e deve ser respeitado”, diz Petry

Foto: Letícia Wacholz / Especial JM

Reunião-almoço foi conduzida pelo presidente da ADI-RS, Sérgio Klafke
Reunião-almoço foi conduzida pelo presidente da ADI-RS, Sérgio Klafke

Como leitor assíduo de jornal desde os 12 anos, o presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs/Ciergs) reconhece o papel dos veículos impressos e a força das notícias que envolvem diretamente os interesses e o desenvolvimento das comunidades. “Os jornais das cidades não podem parar. A palavra-chave do jornal é credibilidade”, frisou Gilberto Porcello Petry, durante a reunião-almoço anual que a Associação de Diários do Interior do Rio Grande do Sul (ADI-RS) realizou na quinta-feira, 17, com a federação.
O que também não pode parar é o crescimento da indústria e a visão estratégica dos empresários. É o que garante, em tom de otimismo, Gilberto Petry, que além de ser o dirigente da principal entidade que representa as indústrias gaúchas, é presidente a Weco, uma das maiores empresas do setor metalúrgico do Estado.
Ao avaliar o cenário econômico, Petry destacou que a situação é estável com a permanência de Michel Temer na presidência da República, até o fim do mandato. “Isso faz com que, em um ano e meio, tenhamos uma situação que nos permite projetar alguma coisa.” Segundo o gestor, os sinais da política e da economia são os parâmetros diários que levam os empresários a decidirem se investirão ou não. “Temos, pelos próximos meses, uma possibilidade de melhora. Espero que ela ocorra, pois esta crise já segue há bastante tempo”, acentuou, ao contextualizar as discussões em torno das reformas política e tributária que ocorrem na Capital Federal.
Ao repassar uma mensagem aos empresários do ramo industrial, Petry destacou a importância do setor para o desenvolvimento do estado e do país e compartilhou sua expectativa para o crescimento da geração de empregos. “O empresário industrial gera riqueza e deve ser respeitado. Isso vale para todos empresários.”
Petry ainda enalteceu a força da agricultura para a economia, especialmente, para a exportação e observou o compromisso da indústria com o produto final e com os consumidores. “O que importa no final de tudo são os consumidores. Se não tiver consumidor, não há negócio”, frisou.

ADI-RS
A reunião-almoço foi conduzida pelo presidente da Associação, Sérgio Klafke, que abriu o encontro destacando a representatividade dos jornais no interior do estado e o papel do jornalismo comunitário.
Klafke destacou que o objetivo do encontro é estreitar as relações com a Fiergs, que sempre foi parceira dos projetos da ADI. “Este encontro busca reforçar o nosso compromisso, que é o mesmo da Fiegrs: trabalhar pelo desenvolvimento do estado. Também busca reafirmar a parceria da entidade com a Federação”, ressaltou o presidente da Associação, que também é Diretor de Conteúdo da Folha do Mate, de Venâncio Aires.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...