ANO: 26 | Nº: 6576
21/08/2017 Cidade

Temporada Hípica leva centenas de bajeenses para assistir circuitos de competição

Foto: Tiago Rolim de Moura

Disputa contou com a participação de 130 conjuntos de competidores
Disputa contou com a participação de 130 conjuntos de competidores

A chuva não assustou os cavaleiros que participaram das competições da Temporada Hípica, que aconteceu no final de semana, no Círculo Militar. O festival faz parte do calendário de eventos do Quartel General de Bagé.
O comando da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (3ª Bda C Mec), Círculo Militar de Bagé e o 6º Regimento de Polícia Militar foram os responsáveis por organizar e coordenar esta edição do evento, que acontece anualmente.
Foram realizadas provas da Liga Hípica da Fronteira Sul, do ranking do Comando Militar do Sul e Copa Comandante da Brigada Militar do Rio Grande do Sul. O coronel Taylor de Carvalho Neto, chefe de Estado Maior da 3ª Bda C Mec, explica que, ao todo, foram cerca de 130 conjuntos de competidores, tanto visitantes, quanto de Bagé. A competição atraiu representações de Santana do Livramento, Alegrete, Jaguarão, Porto Alegre, Passo Fundo e São Gabriel.
Entre as modalidades de salto, destacam-se cinco alturas diferentes, de acordo com o nível de treinamento de cada competidor: 60 centímetros (cm), 80cm, 1 metro (m), 1,10m, 1,20m. As provas são avaliadas de duas formas diferentes: menor tempo e prova por tempo ideal (em que o competidor deve se aproximar do tempo médio determinado para executar um circuito).
Para o cavaleiro Jordane Sales de Souza, 19 anos, o dia de competição começa cedo. Isso porque, além de ser competidor, ele também é o tratador do cavalo que o acompanha, Caverá da Vista. Souza conta que começou a competir há cerca de seis meses, no quartel de Quaraí. De lá para cá, vem adequando seu tempo aos treinos e aos cuidados com o equino, que necessita de uma rotina constante, com alimentação adequada duas vezes ao dia, sendo a primeira delas às 6h.
Ele conta que já havia competido em Alegrete, mas foi a primeira vez que disputou na Rainha da Fronteira. Saltando 80cm, ele aguardava sua vez de competir, enquanto cuidava do parceiro que o acompanha nas pistas e circuitos. "Gostei muito daqui. Estava muito bem organizado", destaca o cavaleiro.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...