ANO: 25 | Nº: 6208
28/08/2017 Cidade

Capanegra Quinta Sinfonia vence Freio de Ouro 2017

Foto: Felipe Ulbrich/ABCCC

Égua vencedoral é de propriedade de produtor bajeense
Égua vencedoral é de propriedade de produtor bajeense

A final da competição mais importante da raça crioula revelou, neste domingo, os grandes vencedores do Freio de Ouro 2017. Capanegra Quinta Sinfonia  de propriedade do produtor bajeense Fernando Dornelles Pons e Víctor Barbosa Penner, das Cabanhas Capanegra e Gameleira, com sede em Dom Pedrito e Boa Vista do Goiás liderou todas as provas do dia e conquistou o Freio de Ouro deste ano na categoria fêmeas com 22 033 pontos. Entre os machos PN Cambiasso foi o grande campeão alcançando nota de 20 812.

Depois de nove classificatórias, sendo sete em território nacional e duas no exterior, o Espaço do Cavalo Crioulo no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, foi palco da decisão do campeonato. Emocionante do começo ao fim, a abertura da competição contou com uma solenidade dedicada a história dos 85 anos da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

A cerimônia mostrou a trajetória do cavalo e de seus representantes e teve, ainda, uma homenagem  especial ao  ginete símbolo da raça crioula e primeiro ganhador do Freio de Ouro, Vilson Charlat de Souza,  que recebeu o troféu “Alexandre Crespo – Que Momento”.

A competição

Seguindo para as provas, a disputa foi muito equilibrada durante as etapas de Mangueira e Bayard/Sarmento em ambas categorias. Na última etapa do campeonato, Capanegra Quinta Sinfonia continuou demonstrando ótimo desempenho nas paleteadas sendo conduzida pelas mãos do ginete Eduardo Quadros e finalizou a competição com média de 22 033.

Jeitosa do Mano a Mano e Carlota de São Pedro formaram dupla na Prova de Campo. As éguas alcançaram, 20 822 e 20 547 pontos, conquistando o Freio de Prata e o Freio de Alpaca, respectivamente. O Freio de Bronze ficou com BT Basteira (20.724 pontos), que figurou nos primeiros lugares do pódio durante todo o dia.

Entre os machos, PN Cambiasso assumiu a ponta da competição com média de 20 812 montado pelo ginete Adriano Comunelo e surpreendeu a todos. O garanhão subiu da quarta para a primeira colocação na paleteada.

O Freio de Prata ficou com La Castellana Esplendor (20 804), enquanto Peñarol da Boa Vista (20 509 pontos) e Farandola da Mangueira Velha (20 460 pontos) levaram o Freio de Bronze e o Freio de Alpaca, respectivamente, entre os machos.

Os jurados da final do Freio de Ouro 2017 foram André Luiz Narciso Rosa, Mário Móglia Suñe e João Francisco Silveira na categoria fêmeas, enquanto Luis Rodolfo Machado, Carlos Loureiro de Souza e Luiz Alberto Martins Bastos avaliaram os machos.

Fêmeas

1º Capanegra Quinta Sinfonia – 22 033

2º Jeitosa Do Mano A Mano – 20 822

3º  Bt Basteira – 20 724

4º Carlota De São Pedro – 20 547

 Machos

1º  Pn Cambiasso – 20 812

2º  La Castellana Esplendor – 20 804

3º  Peñarol Da Boa Vista – 20 509

4º Farandola Da Mangueira Velha – 20 460

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...