ANO: 25 | Nº: 6378
06/09/2017 Cidade

Implantação da Escola João de Deus Galvão depende de equipamentos

Foto: Tiago Rolim de Moura

Escola passou por reformas no ano passado para receber o Ensino Médio
Escola passou por reformas no ano passado para receber o Ensino Médio

Após mais de dois anos da publicação do decreto de criação da Escola Estadual de Ensino Médio João de Deus Galvão que autoriza a implantação em turno inverso, no prédio da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Creusa Brito Giorgis, no bairro Ivo Ferronato, em Bagé, ainda estão faltando equipamentos e material para o início das atividades.
A criação da escola foi uma solicitação da comunidade do bairro. A Secretaria Municipal da Educação (Smed) ficou responsável pela obra do laboratório de ciências, que foi concluída no ano passado, ainda na gestão anterior, e pela aquisição de um acervo bibliográfico com no mínimo mil títulos. A 13ª Coordenadoria Regional de Educação (13ª CRE) assumiu a responsabilidade de disponibilizar professores para atuarem na instituição.
De acordo com a coordenadora pedagógica da Smed, Carmen Bueno, o município está em tratativas com a Universidade Federal do Pampa (Unipampa), para que doe os equipamentos necessários ao laboratório. Carmen explica que também é preciso um local para que os estudantes possam praticar Educação Física. A intenção é utilizar a praça do Centro de Artes e Esporte Unificados (CEU), que ainda não ficou pronta.
Somente após cumpridas as exigências, o Conselho Municipal de Educação encaminhará toda a documentação da implantação da escola para a Secretaria de Educação do Estado (Seduc) e para o Conselho Estadual de Educação. Os dois órgãos avaliam o processo. “Somente depois, libera ou não para o início das atividades”, disse.
A coordenadora informa que a implantação do Ensino Médio no bairro não é uma prioridade para o município. Ela salienta que a preocupação da secretaria, no momento, é a abertura de vagas para a Educação Infantil e a diminuição da evasão escolar nas séries finais do Ensino Fundamental, que chegam a 20%.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...