ANO: 24 | Nº: 6083
20/09/2017 Campo e Negócios

Núcleo dos Vinhedos leva cavalo Crioulo para escolas

A Semana Farroupilha de Caxias do Sul traz, pelo terceiro ano consecutivo, o projeto “Cavalo Crioulo nas Escolas”. Desenvolvido pelo Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos dos Vinhedos, o projeto visa principalmente apresentar a raça Crioula às crianças do Ensino Fundamental da rede municipal e estadual da região. No processo, a ideia enfatiza o fato do cavalo ser animal símbolo e patrimônio cultural do Estado.
Este ano, o projeto começou no dia 14 de setembro e visitou a Escola Municipal de Ensino Fundamental Professor Nandi e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Ramiro Pigozzi. Com a presença de 50 crianças em cada escola, o encontro deu início a uma série de atividades programadas em comemoração à Semana Farroupilha. No pátio das instituições, os estudantes participaram de uma palestra ministrada pelo ex-presidente do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos dos Vinhedos, Sebastião Teixeira Corrêa. O tema foi o cavalo Crioulo, sua história, origem, características e como se tornou um dos símbolos do Rio Grande do Sul. Na sequência, os alunos tiveram contato com um cavalo Crioulo e aprenderam sobre os utensílios e como encilhar o animal.
Conforme ressalta Corrêa, foi iniciado um dos mais importantes projetos cívicos-culturais já realizados dentro das festividades da Semana Farroupilha. "Pelo terceiro ano consecutivo visitamos as escolas da rede pública municipal e estadual, levando o cavalo Crioulo, símbolo oficial do Estado, para contar a sua história e falando da sua importância econômica e social", observa.
Para Grégor Pinheiro, vice-presidente do núcleo, um dos objetivos é levar o cavalo Crioulo às crianças que, de outra forma, não teriam acesso a esses animais. É por esse viés cultural e educacional, portanto, que o projeto basicamente mescla campo e cidade, propiciando uma oportunidade rara ao público. “Fazemos este trabalho com muito carinho e dedicação. E o resultado tem sido maravilhoso. O sorriso dessas crianças, os trabalhos escolares que vemos depois nos deixam emocionados. Além disso, queremos levar o nome da raça Crioula a outros setores da sociedade, mostrando o valor do cavalo”, comenta.

Deixe seu comentário abaixo

Em tempo real

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...