ANO: 24 | Nº: 6014
23/09/2017 Cidade

Comunidade acadêmica planeja trabalho para atender necessidades de escola

Foto: Divulgação

Todos os cursos dos campi se mobilizaram durante a semana
Todos os cursos dos campi se mobilizaram durante a semana

Os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil e Sistemas de Informação do Centro de Ciências Exatas e Ambientais (CCEA) da Universidade da Região da Campanha (Urcamp) vão cumprir com sua missão com foco na responsabilidade social nos próximos meses.

A Arquitetura e Engenharia Civil, por exemplo, já se reuniram para realizar um trabalho na Escola Municipal de Educação Infantil Lions Clube Solidariedade, no bairro Habitar Brasil. A força-tarefa vai envolver docentes e acadêmicos. Conforme o coordenador de Engenharia Civil, professor Ronald Rolim, a proposta é produzir um pré-projeto e encaminhar ao Executivo para que faça a execução.

O trabalho, no entanto, prevê o levantamento e diagnóstico geral das necessidades da escola. “Faremos várias visitas para realizar o planejamento arquitetônico, levantamento de materiais e cronograma de obras”, explica Rolim. O trabalho começou a ser estudado com os envolvidos para organizar a visitação na escola e realizar as análises. “A ação beneficiará a quem precisa e procuramos fazer um trabalho de cidadania que seja contínuo ou duradouro, além de ter retorno positivo em benefício aos alunos”, enfatiza.

O curso de Sistemas de Informação programou, para o mês de outubro, uma festa para os estudantes da Escola Lions Solidariedade. A comemoração contará com brincadeiras pedagógicas, brinquedos e lanche coletivo. A coordenadora do curso, Maria Elaine Leon, salienta que ações como esta sensibilizam os acadêmicos, pois saem do mundo de desenvolvimento da tecnologia e conhecem a realidade da comunidade. “É positivo e nós temos como objetivo levar a tecnologia para o bem-estar das pessoas”.

 

A mobilização dos campi

Em todos os campi, como Dom Pedrito, Santana do Livramento, Alegrete e São Gabriel, a Urcamp intensificou suas atividades nesta semana, além de dar andamento aos projetos de cunho social desenvolvidos ao longo do ano

Em Alegrete, na Fronteira Oeste, todos os cursos do campus se envolveram e ofereceram várias atividades para a comunidade. A ação ocorreu na segunda-feira, 18, na Praça Getúlio Vargas, em frente ao prédio da universidade. Entre as atividades estiveram as oficinas: Escolha o destino, sobre destinar parte do imposto de renda devido a entidades sociais do município; Sensibilização sobre o uso consciente do dinheiro e do crédito; Saúde coletiva do técnico em Enfermagem; A importância das atividades físicas; Orientações de caminhada para promoção da saúde; e Conscientização da comunidade sobre a importância do gerenciamento de resíduos, entre outras ações.

Já em Santana do Livramento uma arrecadação de alimentos e de recursos foi realizada, os quais foram doados para o Clube de Mães Nossa Senhora, do bairro São Paulo. A instituição atende mais de 180 crianças. Além disso, foi promovida uma palestra motivacional na Escola Estadual de Ensino Médio Doutor Silvio Ribeiro (CAIC) para jovens entre 11 e 17 anos. A palestra visou orientar os estudantes de como iniciar no mercado de trabalho

Em São Gabriel, a Educação Física e demais cursos se envolveram em mais uma paragincana, onde forma oferecidas diversas atividades para alunos inclusos nas escolas do município. “Os acadêmicos aprendem, na prática, o que é discutido em teoria na sala de aula, pois são várias atividades adaptadas, conforme a deficiência do estudante. “É um projeto fantástico”, diz o coordenador do curso, Rodrigo Guterres.

Por fim, em Dom Pedrito, discentes do curso de Pedagogia realizam, neste sábado, várias brincadeiras, como contação de histórias, dramatizações, música e fantoches na unidade de pediatria do Hospital São Luiz. A atividade visa proporcionar uma recuperação mais aliviada às crianças, através de ações lúdicas, pedagógicas e recreativas.

Mais imagens

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...