ANO: 24 | Nº: 6058
25/09/2017 Cidade

Bagé irá sediar o 10º Fórum Gaúcho de Arborização Urbana

Foto: Divulgação

Representantes apresentaram carta de intenções
Representantes apresentaram carta de intenções

 

A Sociedade Brasileira de Arborização Urbana (Sbau) escolheu a cidade de Bagé para receber a 10ª edição do Fórum Gaúcho de Arborização Urbana, que acontece em 2018, ainda sem data definida. O evento é realizado anualmente e tem o objetivo de aperfeiçoar técnicas e a troca de experiências sobre árvores.

Os representantes do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema), Norton Sampaio, Tanira Sampaio e Ketleen Grala, participaram da nona edição do fórum, que aconteceu em Charqueadas, na última semana. Os representantes apresentaram uma carta de intenções candidatando o município a receber o evento. Conforme  a bióloga Ketleen Grala, o fórum é a instância estadual de aperfeiçoamento e discussão e abrange todas as regiões do Rio Grande do Sul. A bióloga salienta que as árvores urbanas influenciam na qualidade de vida das cidades e, muitas vezes, são negligenciadas pela população e até pelo Poder Público. “Ficamos muito felizes quando Bagé foi escolhida para sediar o evento em 2018”, relata.

Ketleen acredita que a escolha tenha se dado em reconhecimento aos esforços que vêm sendo feitos para a melhoria da qualidade da arborização da cidade. Um dos exemplos é o inventário arbóreo já foi entregue ao poder público e também ao trabalho de educação ambiental que busca sensibilizar para o respeito ao reino vegetal.

A bióloga enfatiza que o programa “Arborização Urbana um exercício de cidadania e sustentabilidade socioambiental”, desenvolvido em Bagé, tem recebido destaque na mídia estadual e internacional, com a publicação da experiência no Mapeamento das Boas Práticas em Educação no Rio Grande do Sul, lançado pela Fundação Mauricio Sirotsky Sobrinho. Também ganhou destaque em um importante site sobre ambientalismo, o Believe.earth, de repercussão internacional, lançado esta semana na abertura do Rock in Rio, pela modelo Gisele Bündchen. “Esperamos que Bagé se torne referência nesse tema de cuidado com suas árvores, assim como aconteceu com a proteção animal, que pelo esforço e mobilização da sociedade civil, hoje recebe visitantes de todo o País que vem conhecer essa experiência bem sucedida para utilizá-la como modelo”, destaca a bióloga. 

O presidente do Comdema informa que o conselho tem mobilizado ações junto ao poder público para que, em paralelo à educação ambiental, seja instituída uma legislação pertinente ao tema e a fiscalização dos abusos que são cometidos através das podas mutiladoras que sucessivamente causam prejuízos às condições fitossanitárias das árvores da  cidade.

 

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...