ANO: 25 | Nº: 6386
29/09/2017 Segurança

Justiça condena homem que matou duas mulheres em Caxias do Sul

Foto: Rádio Caxias/Especial JM

Acusado foi recolhido ao Presídio Central de Porto Alegre
Acusado foi recolhido ao Presídio Central de Porto Alegre

Robes Dolinski, 26 anos, foi condenado, em um julgamento que durou 12 horas, na segunda-feira, pelos homicídios de Rosângela Consoli dos Santos Alves, 45 anos, e Vanessa Gobetti Jiordani, 21 anos. Os crimes ocorreram em Caxias do Sul, em 2014. Dolinski, que morou em Bagé, deve cumprir 32 anos de prisão por homicídio qualificado (mediante dissimulação e meio cruel) e ocultação de cadáver.
O réu se mudou para a Serra três meses antes dos crimes. Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público, Rosângela foi abordada na casa de baile Fogo de Chão, na madrugada do dia 26 de julho de 2014. Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram os dois, por volta das 2h10min, saindo do local. Na sequência, ela teria entrado no veículo do acusado e seguido com ele até a barragem Maestra. Perícias indicaram que a vítima foi golpeada na cabeça e acabou morta com disparo de arma de fogo no pescoço. O corpo, jogado na represa, só foi encontrado no dia 16 de agosto daquele ano.
Em 28 de julho, Dolinski teria encontrado Vanessa na boate Bocca d'Oro. Segundo o Ministério Público, o réu, que saiu com a vítima de carro, também teria cometido o assassinado na barragem Maestra. Vanessa foi morta por asfixia mecânica (estrangulamento) e jogada na represa. O corpo, encontrado no dia 9 de agosto, estava amarrado a uma pedra de cerca de 10 quilos, segundo atesta a denúncia da promotoria. Vanessa era natural de Vacaria, mas morou e estudou em Bagé.

Deixe seu comentário abaixo

Mais notícias da edição

Outras edições

Carregando...